Você está aqui:Home » Dicas » Planilhas e Ferramentas » 7 vantagens de uma planilha de banco de horas

7 vantagens de uma planilha de banco de horas

Olá, pessoal!

O regime de trabalho no Brasil é regido pelas normas que compõem a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Da garantia de um período de férias remunerado ao seguro desemprego e assistência média, as regras, que regulamentam os direitos e deveres do trabalhador e do empresário, tem sofrido diversas alterações ao longo dos anos para atender as demandas históricas.

Apesar das conquistas e dos avanços, o sistema ainda sofre com críticas e, neste contexto, um dos pontos mais sensíveis das leis é justamente o Banco de Horas. A CLT prevê um acordo de compensação em que as horas excedentes trabalhadas em um dia são compensadas com a diminuição da jornada em outro dia.

A adoção ou não desse modelo de gestão é uma decisão do empregador. Assim como a responsabilidade sobre o controle e a forma de compensação. Para facilitar essa gestão, muitas empresas têm apostado em planilhas de banco de horas, a fim de contabilizar o período trabalhado por cada funcionário. Com a ferramenta, é possível garantir benefícios para ambos os lados. Confira:

diversos-relogios-diferentes

1. Facilita a gestão de pessoas e o pagamento de benefícios de acordo com os dias trabalhados;

2. É possível mensurar as horas extras trabalhadas e, com isso, agendar folgas e férias com antecedência, por exemplo;

3. Ao trabalhador fica o direito de cumprir uma jornada de, no máximo, 10 horas por dia, sendo possível fazer apenas 2 horas extras;

4. Com a planilha e a contagem de horas extras, o trabalhador não absorve os seus atrasos ou saídas antecipadas, já que estes podem ser compensados. Dessa forma, ele pode faltar sem justificativa legal, desde que combine com o seu gestor antecipadamente;

5. O empregador não paga hora extra, já que o funcionário compensará o período em outros momentos. No entanto, se ele possuir um banco de horas sair da empresa as horas serão pagas em dinheiro;

6. O empregador fica protegido contra futuras reclamações trabalhistas, já que terá o controle de todas as horas trabalhadas pelos seus funcionários;

7. Permite que as empresas tenham mão-de-obra extra quando necessário e possam dar folgas quando o trabalho diminuir, fazendo com que haja um equilíbrio em toda a situação.

A planilha de banco de horas pode facilitar a gestão de pessoas e garantir os direitos do trabalhador e do empregador com a comprovação do período trabalhado. Além disso, denota uma flexibilidade por parte da empresa, que deseja manter os recursos e ainda assim garantir motivação e eficiência no ambiente.

No entanto, é preciso tomar alguns cuidados para que a má gestão do banco de horas não resulte em processos ou outras situações negativas. Há casos em que as empresas não permitem que os trabalhadores compensem as horas excedentes, o que faz com que o funcionário recorra a justiça. O ideal é manter o acordo do início ao fim e informar o colaborador sobre qualquer mudança que se faça necessária.

Até mais!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo