Você está aqui:Home » Vídeo Aula » Empreendedorismo » 7 motivos para o empreendedorismo ser matéria curricular

7 motivos para o empreendedorismo ser matéria curricular

Olá, leitores!

Atualmente muito se tem discutido sobre a inserção da disciplina de empreendedorismo como matéria curricular. O Ministério da Educação defende a ideia de que isso se faz necessário para agregar ao Pronatec (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego),  mais chances de desenvolvimento das competências dos jovens.

O objetivo dessa implantação é disseminar a cultura empreendedora, levando ao debate e reflexão sobre os métodos utilizados para se criar e gerir um empreendimento, como por exemplo, a criação de plano de negócio.

Acredita-se que a educação empreendedora prepara o aluno não apenas para a vida, ou para prestar um vestibular, mas sim para competir no mercado de trabalho e obter sucesso em sua vida profissional.

Mas não é tão simples levar para dentro da escola os ensinamentos do empreendedorismo, para isso, a instituição de ensino precisa mudar sua maneira de pensar, modificar a prática de ensino aplicada baseada em ensinar sempre o mesmo conteúdo.

Quando bem aplicada, o ensino de empreendedorismo pode ser bastante gratificante para o professor, e muito estimulante para o aluno.

Há 7 motivos que certamente justificam a importância ter empreendedorismo como matéria curricular:

1. Favorece a criatividade

Inserir o ensino de empreendedorismo na escola, estimula o desenvolvimento da criatividade do jovem, pois ele começa a compreender o meio em que vive, seja na escola ou em casa.

Com esses conhecimentos ele poderá aplicar isso na sua vivência diária, tornando-se uma pessoa mais ágil nas tomadas de decisões.

2. Estimula a independência

O empreendedor em si tem que ser uma pessoa persistente, comprometida e autoconfiante. Quando se inclui o empreendedorismo como matéria curricular, estimula o jovem a desenvolver essas características desde a escola. favorecendo dessa forma que essa pessoa adquira independência dentro da sociedade.

3. Favorece a formação de líderes

criancas-felizes

Estimular uma criança com técnicas de empreendedorismo na escola implica direta e indiretamente, na formação de líderes no mercado de trabalho, pois a partir desses conhecimentos, a criança se torna mais motivada com os conhecimentos adquiridos durante as aulas.

4. Trabalho em equipe

No mundo dos negócios é importante que o empreendedor consiga lidar com todas as pessoas a sua volta, sejam elas fornecedores, clientes ou colaboradores.

Quando uma criança aprender a empreender, ela automaticamente, aprende a se relacionar com as pessoas e a lidar com as situações e problemas, sabendo solucioná-los com inteligência.

5. Uso racional do dinheiro

As escolas que utilizam o empreendedorismo como matéria curricular, normalmente ao final do ano letivo, abrem a escola para os país e a comunidade observarem os trabalhos das crianças.

Um dos trabalhos desenvolvidos é a criação de uma empresa, a criança aprende a conversar com fornecedores, calcular o possível lucro da empresa, bem como os gastos.

Com isso, a criança aprende a usar o dinheiro de forma racional, pechinchando e não gastando por impulso.

6. Planejamento

Um outro benefício de ser ter o ensino do empreendedorismo como matéria curricular é que a criança aprenderá a realizar planejamentos a curto e longo prazo, seja para sua vida pessoal ou profissional. Para ambos haverá aplicabilidade.

7.Auto valorização

Quando uma pessoa pensa como um empreendedor, ela tende a ter sua auto-estima mais valorizada, pois ela acredita em si e o seu potencial.

Uma criança que aprende a empreender, também terá sua auto-estima alterada para melhor. Ela irá se enxergar desde cedo como uma pessoa capaz de realizar algo importante para si.

Até mais!

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo