Você está aqui:Home » Dicas » Filmes » 7 filmes on-line gratuitos que todo educador precisa ver

7 filmes on-line gratuitos que todo educador precisa ver

Olá, leitor(a) 

No filme Lunana: Um Iaque na Sala de Aula (2019), que na versão brasileira foi intitulado A Felicidade das Pequenas Coisas, moradores(as) de uma longínqua cidade do Butão nos ensinam o valor que se deve dar a um(a) educador(a). Para eles(as), “o professor toca o futuro”, ou seja, é responsável por promover, a partir de sua formação e entrega, os sonhos de crianças e jovens. 

Essa dedicação, no entanto, requer esforço contínuo e uma vontade imensurável de fazer a diferença e enfrentar grandes desafios — no longa, por exemplo, a escola é bastante precária, tendo uma única sala, sem lousa nem papel para escrever. Pensando nisso, e entendendo o cinema como instrumento de reflexão e transformação, listamos 7 filmes on-line e gratuitos para inspirar educadores(as). 

7 filmes que todo(a) educador(a) deve ver 

Desde sua invenção, a sétima arte exerce fascínio em espectadores(as) pela capacidade de projetar histórias que nos façam refletir, chorar e sorrir. Por meio dela, podemos não só ter ótimos momentos de lazer, como também aprender sobre o mundo, as pessoas e os acontecimentos. Assim, para ajudar professores(as) a manterem o otimismo e o desejo de ensinar, separamos 7 filmes on-line gratuitos. Confira: 

7 filmes on-line gratuitos que todo educador precisa ver

Fonte: Reprodução

1. Antes do livro didático, o cocar

Com um título provocativo, esse documentário chama a atenção para o fato de que os costumes e os valores de uma comunidade são muito importantes na formação de crianças e jovens indígenas. Nele, acompanhamos os desafios de um cacique professor para manter vivas a língua e a cultura dos antepassados da etnia Potiguara.  

Dirigida por Rodrigo Sena e com 26 minutos de duração, a produção também destaca as dificuldades de ensino e aprendizagem durante a pandemia de Covid-19. O filme está disponível na plataforma Itaú Cultural Play. Para assistir, é preciso se cadastrar por meio do botão “Criar Conta” e, após realizar o login, digitar o título do curta em “Busca”, no canto superior direito da tela. 

2. As histórias que não terminam

A definição de poesia não é um consenso. Há quem a descreva como uma produção escrita que brinca com as palavras e as figuras de linguagem, e há quem a entenda como tudo aquilo que nos sensibiliza, enchendo os olhos e o coração. Neste longa-metragem, somos convidados(as) a viajar por Minas Gerais com uma contadora de histórias que explora a realidade de forma poética. 

Dirigido por Paulo Fonseca, o filme foi lançado em 2021 e tem duração de 86 minutos. Ele está disponível na #CulturaemCasa, primeira plataforma brasileira de streaming sob demanda concebida para democratizar a área cultural. Para assistir ao documentário e conhecer as histórias e experiências coletadas pela contadora Paula, clique aqui.  

3. Bento

Entender como crianças sentem e pensam é essencial para exercer o ofício de educador(a), especialmente para aqueles(as) que têm como propósito ajudá-las a lidar com o mundo e a desenvolver o senso crítico. Nesse sentido, o filme Bento (2020) explora as percepções e o processo de amadurecimento de um menino que mora no sertão.  

A história é baseada em um dos livros de José J. Veiga e, ao longo de 90 minutos, acompanhamos os sonhos e os afetos de Bento por meio do realismo mágico. Essa produção também está disponível na plataforma Itaú Cultural Play. Para assistir, é preciso se cadastrar por meio do botão “Criar Conta” e, após realizar o login, digitar o título em “Busca”, no canto superior direito da tela. 

4. Imagem e Palavra

Nosso palpite é que esse filme fará mais sucesso entre professores(as) de filosofia, linguagens e literatura. Isso porque ele estimula profundas reflexões sobre as palavras e o que é possível ou não comunicar com elas. Nas cenas iniciais, inclusive, apresenta-nos a seguinte afirmação: “a verdadeira condição do homem é pensar com suas mãos”.  

O longa, lançado em 2018, foi dirigido pelo premiado Jean-Luc Godard, um dos mais relevantes cineastas do mundo — que figura entre os principais nomes do Nouvelle Vague, movimento vanguardista e contestatório do cinema francês. Com duração de 84 minutos e legendas em português, a produção ficará disponível no Sesc Digital até o dia 16/10/2022. Para assistir, clique aqui.    

5. Obrigado, Chuva

Dirigida por Julia Dahr, que possui premiados trabalhos voltados para questões sociais e políticas, essa produção cinematográfica acompanha a história do agricultor queniano Kisilu. Com auxílio de uma câmera fotográfica, ele retrata a vida da família e da comunidade a partir das consequências das mudanças climáticas na região.   

O filme foi lançado em 2017 e tem duração de 87 minutos. Ele está disponível na plataforma Ecofalante Play, cujo objetivo é oferecer conteúdo audiovisual gratuito para professores(as). Ainda que seja possível contatar os(as) organizadores(as) para obter uma conta sem ser educador(a), o portal tem este tipo de público como foco. Para realizar o cadastro, clique aqui e siga as orientações. 

6. Quando sinto que já sei

Que tal conhecer projetos educativos inovadores? Essa é a proposta deste documentário independente, lançado em 2014. Nele, acompanhamos modelos de educação de 8 cidades brasileiras. Os registros, que duraram 2 anos, são expostos em 78 minutos de filme e reúnem relatos de pais, estudantes e docentes.  

A produção está disponível na plataforma de streaming Librefix, que tem como propósito ampliar o livre acesso a conteúdos audiovisuais de qualidade. Apesar de ser colaborativa, a iniciativa exige que os filmes compartilhados sejam de domínio público. Para assistir Quando sinto que já sei, clique aqui. 

7. Tamo Junto

Contando com a participação de Emicida e o protagonismo de Criolo, gigantes do rap brasileiro, esta animação direciona um olhar sensível para o cotidiano. Nela, dois vizinhos, que moram em uma região periférica, enfrentam juntos os desdobramentos causados pela pandemia de Covid-19. Apesar de uma realidade sufocante, para alguns literalmente, a mensagem dada nos traz esperança. 

Apontando a união e o afeto como caminhos possíveis para superar grandes adversidades, o curta-metragem, lançado em 2021, foi dirigido por Pedro Conti e tem duração de apenas 6 minutos. Ele está disponível na plataforma Vimeo, que possui uma dinâmica similar ao YouTube, viabilizando o compartilhamento de conteúdos audiovisuais, assinatura premium, entre outras coisas. Clique aqui para assistir ao filme.  

Conteúdo extra 

Para os(as) professores(as) que desejam abordar filmes em sala de aula, nós recomendamos a leitura deste artigo. Nele, o cinema é tratado como recurso pedagógico de ensino e aprendizagem, a fim de facilitar a compreensão de temas e conteúdos por parte dos(as) alunos(as). Apesar de focar nas disciplinas de história e literatura, o estudo oferece exemplos que podem ser adaptados para as demais matérias.  

Outra sugestão que vai inspirar educadores(as) a levarem a sétima arte para a escola é o podcast Cinem(ação), cuja proposta é promover reflexões acerca do cinema e da sociedade. Os episódios #40 e #285 são voltados especificamente para discutir a utilização de produções cinematográficas como ferramentas educativas, inclusive indicando filmes a serem explorados nessa dinâmica.  

#Partiu aproveitar o tempo livre vendo e aprendendo com obras cinematográficas incríveis e inspiradoras? Lembre-se de compartilhar o texto com os(as) amigos(as) que trabalham na área da educação!

No Canal do Ensino, leia também: 

Bom cineminha e até logo!  

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo