Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » 7 dicas para quem vai estudar em outra cidade

7 dicas para quem vai estudar em outra cidade

Olá, leitor!

Passar no vestibular é uma das melhores sensações da vida de um estudante, não apenas por saber que todo aquele esforço durante o ano teve um resultado positivo, mas também porque, você sabe que a partir desse momento está conquistando sua independência, principalmente se você for morar em outra cidade.

Isso porque, quando você vai morar em outra cidade, você passa a ter mais responsabilidades e preocupações que antes não tinha, afinal, quando moramos com nossos pais, não pensamos em contas a pagar, em fazer compras ou no que fazer se o chuveiro queimar.

Mas não se assuste! Pense nessa fase de forma positiva, como “um copo meio cheio”, tenha em mente que morar em outra cidade é uma grande oportunidade para o seu crescimento e amadurecimento. Depois que passar a fase de adaptação, o friozinho na barriga diminui, e você vai perceber o quanto sua vida está mudando e evoluindo.

Para te ajudar nesse momento de transição, que é o sair da casa dos pais para ir morar em outra cidade, nós do Canal do Ensino preparamos algumas dicas que vão te ajudar a tornar essa momento muito mais fácil. Não deixe de conferir as 7 melhores dicas para quem vai estudar fora!

Confira as 7 melhores dicas para quem vai estudar em outra cidade

7-dicas-para-quem-vai-estudar-em-outra-cidade_Prancheta 1

1 – Obtenha o máximo de informações

Ao escolher uma universidade que você vai estudar em outra cidade, você pesquisou apenas sobre a instituição de ensino ou buscou informações sobre a cidade em que a universidade está localizada? Se pesquisou somente sobre a faculdade, está na hora de começar a saber mais sobre a cidade que vai morar.

Para isso, você nem precisa sair de casa, faça pesquisas em redes sociais, pergunte aos veteranos que vivem na cidade quais os melhores bairros para morar, qual o custo de vida na cidade, assim você já vai colocando na ponta da caneta todos os seus gastos para controlar suas finanças.

Como você vai morar em outra cidade, é interessante também, que você pesquise sobre o clima da região, se é muito quente ou muito frio, se é seco e se tem chuvas constantes. Pesquise também sobre a localização de hospitais – caso você tenha plano de saúde, veja se ele cobre a cidade que você vai morar – delegacias, postos de saúde e supermercados.

É importante saber de tudo isso sim, pois, de que adianta você escolher uma casa em um bairro afastado de tudo porque é mais barato, se você vai gastar demais se deslocando para os lugares que você precisa ir?

2 – Como escolher a casa que você vai morar em outra cidade

Primeiro, você precisa decidir se vai dividir o aluguel da casa que vai morar com alguém, se vai morar em república ou se tem condições de pagar o aluguel de uma casa só para você. Essa é uma decisão que deve ser tomada de forma racional, após muitos cálculos. Lembre-se sempre que morar sozinho não é algo barato, ainda mais para um estudante, afinal, outros gastos virão ao longo do tempo.

Nessa fase, é fundamental que você visite a cidade que vai morar, independente se vai dividir ou não a casa com alguém. Essa é a maneira mais sensata de escolher a melhor casa, pois, é assim que vai conhecer o ambiente, as ruas que irá passar, a vizinhança, os comércio que tem a sua volta.

Converse com seus futuros vizinhos para saber mais sobre a cidade, são eles que irão te falar com mais precisão sobre a segurança da região, sobre o transporte público no bairro, entre outras dicas que só quem vive no lugar pode saber.

3 – O que ter em casa?

Isso vai depender muito de onde você vai morar e com quem você vai morar, por exemplo, se você for dividir a casa, possivelmente ela já estará mobiliada, e em alguns casos até com objetos como talheres e pratos. Nesse caso, você só terá que levar objetos pessoais como roupas, computador e objetos de higiene pessoal, como escova de dentes, creme dental, sabonete e etc.

Agora se você optou por morar sozinho, temos duas opções, ou você aluga uma casa e mobília ela inteira – coisa que ninguém em sã consciência recomenda para uma pessoa que está indo estudar em outra cidade, ou a segunda opção que é alugar uma casa já mobiliada e comprar apenas alguns itens básicos.

Em algumas cidades onde existem muitas universidades próximas, existem pessoas que alugam casas já mobiliadas para estudantes. Por você ter escolhido morar sozinho, essa é uma opção mais em conta para economizar um pouco nesse processo de mudança.

4 – Conheça as rotas para a universidade

Você não quer chegar atrasado nos primeiros dias de aula na universidade, não é mesmo?  Então, como você vai visitar a cidade que vai morar, porque não estudar as rotas que dão no destino que você precisa chegar? Dessa forma, você não fica perdido na cidade.

É importante também que você pesquise qual a melhor forma de chegar na universidade, se é de carro, de ônibus ou mesmo a pé. Caso você vá de ônibus, quais as linhas que passam perto de você? Quais os horários que essa linha circula? Já pensou se você precisar voltar tarde da noite para casa e não ter mais ônibus? Entende a importância do que estou falando agora?

Morar em outra cidade significa liberdade para muitos estudantes, mas principalmente, significa responsabilidade e cuidado consigo.

5 – Conheça a estrutura da universidade que você vai estudar

Por ter escolhido uma universidade em outra cidade, certamente isso significa que ela tem um dos melhores cursos na sua área de atuação, mas você sabe o que mais a instituição de ensino oferece?

Faça uma visita para descobrir. Vá conhecer as bibliotecas, os laboratórios – pelo menos os que podem ser visitados, mesmo que só dê uma olhadinha por fora – pesquise quais são os professores que vão te dar aula, tudo isso pode facilitar o seu processo de adaptação na nova cidade.

Outra coisa que você pode procurar são os bandejões comunitários. Muitas faculdades têm, e o valor é bastante simbólico, às vezes você economiza mais comendo nos bandejões do que levando marmita, por exemplo. Descubra também, se a universidade possui academias ou centros de treinamentos, isso porque os valores, geralmente, são baixos para alunos, e você poderá se exercitar pagando pouco.

6 – Não se esqueça de cuidar de você

Quando uma pessoa decide estudar em outra cidade, o início, a fase de adaptação, em alguns casos é bastante complexa, principalmente para aqueles estudantes que sempre tiveram os pais cuidando integralmente deles, mas se você desejou ir estudar em outra cidade, escolheu a sua “liberdade”, agora é hora de cuidar de tudo, inclusive de você.

Por isso, nada de sair bagunçado na rua, com roupas amassadas ou sujas, seja asseado. Cuide também da sua alimentação, lembre-se que você escolheu passar mais de 4 anos estudando em outra cidade, será que você conclui seu curso com saúde se comer apenas lanches e macarrão instantâneo?

Não se esqueça de praticar alguma atividade física, não fique preso apenas aos estudos, obviamente isso é fundamental para o seu futuro, mas a saúde do seu corpo também, e a melhor forma de cuidar dele é por meio da prática esportiva. Levante 30 minutos mais cedo e faça uma caminhada ao menos. Só não deixe sua saúde de lado.

E nada de passar noites em claro estudando para provas, isso simplesmente acaba com a saúde de qualquer pessoa, uma noite mal dormida e sem dormir pode facilitar o desenvolvimento de doenças, pois, o sistema imunológico fica debilitado.

7 – Não se isole

No começo, quando decidimos estudar em outra cidade, na grande maioria dos casos, vamos sozinhos, e mesmo que você escolha dividir uma casa com alguém ou more em uma república, o fato é que, na fase de adaptação são todas pessoas desconhecidas, que você muitas vezes conversou apenas por meio de mensagens para combinar as regras da casa e os valores a pagar.

Essa é uma das principais causas de depressão que ocorrem em estudantes que vão estudar em outra cidade, pois, por não conhecerem ninguém, se isolam em seus quartos para estudar e por ali ficam durante todo o curso. Você percebe a grande oportunidade que essa pessoa está perdendo?

Se você foi estudar em outra cidade aproveite essa grande oportunidade para conhecer novas pessoas, novas culturas, para vivenciar experiências diferentes. Faça parte de grupos de pesquisas, converse com as pessoas a sua volta, você verá que todas elas tem histórias para contar que podem ser lições de vida e experiências marcantes.

Vá em exposições, shows, cinemas, teatros, pratique esporte, enfim, faça atividades que te dê prazer, que te faça sentir bem, só assim, você vai se adaptar com mais facilidade a essa nova rotina e estudar em outra cidade será a melhor experiência da sua vida!

Veja o infográfico com 7 dicas para quem vai estudar em outra cidade

7-dicas-para-quem-vai-estudar-em-outra-cidade-01

Você já foi estudar em outra cidade? O que achou? Compartilhe sua experiência!

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo