Você está aqui:Home » Vídeo Aula » História » 6 Fatos da História do Brasil que Costumam Cair no Enem

6 Fatos da História do Brasil que Costumam Cair no Enem

Olá, leitor

Se tem um tema que sempre cai no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é história do Brasil. Independente da disciplina, você vai ter que mostrar conhecimento sobre o nosso passado. Para te ajudar, escolhemos os seis fatos mais importantes e que você pode incluir no seu plano de estudos.

O Enem se tornou uma das provas mais importantes para quem quer garantir uma vaga em uma boa universidade. Então, vale a pena se dedicar para ter bom desempenho.

Veja 6 Fatos da História do Brasil que Costumam Cair no Enem

1 – Chegada da Família Real

Em 1808, D. João transferiu a corte portuguesa para o Brasil, sua principal colônia. Chegaram 14 navios com a família real a bordo e funcionários.

2 – Segundo reinado

Representa o governo de D. Pedro II, que iniciou em 1840. Ele tinha apenas 14 anos quando foi declarado rei e ficou no poder até 1889.

3 – República Velha

Com o fim do Império, em 1889, iniciou-se a organização republicana nacional. Período em que o Brasil adotou o presidencialismo e o federalismo. Algumas revoltas se sucederam nos anos seguintes, tendo como fim a República Velha em 1930.

4 – Período Democrático

A fase é marcada pelo apoio que o Brasil ofereceu a aliados durante a Segunda Guerra Mundial. Em paralelo, criou-se uma oposição ao ex-presidente Getúlio Vargas. Em 1946, a Constituição Brasileira foi promulgada e o direito ao voto ampliado. O Período Democrático acontece de 1946 a 1964, com o golpe militar.

5 – Ditadura Militar

Não tão longe, o Brasil viveu uma era negra de ditadura. Instaurada em 1964, o regime só terminou em 1985 com eleições presidenciais democráticas. Veículos de comunicação foram censurados e oponentes ao governo que ficaram no Brasil foram torturados e mortos. É importante estudar esse período, pois a economia viveu um auge de mudanças.

6 – Era Vargas

Getúlio Vargas governou o Brasil entre 1930 e 1945. Em 1930, o Brasil ainda vivia a República Velha. Julio Prestes foi eleito como o novo presidente, mas acabou deposto e Vargas assumiu como um governo provisório. Em 1937 ele daria um golpe de estado fechando o Congresso e deixou o poder em 1945. A história relata que ele cometeu suicídio em 1954, entrando para a história.

Bons estudos e boa prova!

 

comentários (1)

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo