Você está aqui:Home » Dicas » Pais e Filhos » 6 assuntos que os pais aprendem com os filhos

6 assuntos que os pais aprendem com os filhos

Aprendemos muito com os mais velhos, mas, às vezes, o tempo nos ensina coisas valiosas demais e que devemos compartilhar com os nossos pais

Olá, leitores!

Os pais são responsáveis pelo ensino dos filhos, principalmente no que se refere a boas maneiras, respeito aos mais velhos, o que é certo e errado, entre outras coisas. Mas, mesmo com uma infinidade de itens que permeiam a educação, muitas vezes, os papéis se invertem e quem aprende são os mais velhos, seja com experiências rotineiras ou não, é sempre bom compartilhar o conhecimento com o outro.

Desde os mais pequenos aos mais adultos, os filhos tendem a mostrar o mundo com outra percepção, e isso faz com que as pessoas aprendam muito mais com eles do que em toda a sua vida. As experiências durante a vida são diferentes em todas as épocas, devido a muitos fatores externos e também internos, portanto o aprendizado pode e deve vir em conjunto dos mais velhos para os mais novos e vice-versa. Confira abaixo alguns exemplos:

  1. Tecnologia. A geração mais nova tem uma facilidade com tecnologias jamais vista antes. Sempre antenados ao que acontece e as mudanças tecnológicas, os filhos ensinam os pais a usarem computadores, smartphones e até mesmo videogames. Se antes usavam apenas disquete, hoje em dia já sabem manusear HDs externos.
  2. Sustentabilidade. Em alta nos dias atuais, a sustentabilidade é ensinada na escola e na faculdade, o que trona o assunto essencial no dia a dia de crianças e jovens. Por isso, é cada vez mais comum encontrarmos pessoas engajadas em causas sociais e em ações de reciclagem, por exemplo.filho-indica-no-globo-terrestre
  3. Saúde em primeiro lugar. O assunto também virou tema nas escolas, principalmente devido aos grandes índices de infartos e doenças em pessoas mais jovens. Por isso, os filhos pegam cada vez mais no pé dos pais para praticarem exercícios físicos e se alimentarem corretamente para melhorar o condicionamento físico e auxiliar na prevenção de doenças.
  4. Apps para ajudar no dia a dia. Conectados, os filhos não admitem pais que não organizem agendas e tarefas no celular e, muito menos, quem não tem app de mensagens para se comunicar. Até mesmo os avós entraram no mundo da tecnologia e aprenderam a usar os smartphones para várias ocasiões, que variam do campo do entretenimento ao campo da comunicação.
  5. Cigarro não! Hoje em dia, as crianças não aceitam que os pais fumem. Isso porque, as escolas ensinam que o ato é prejudicial a saúde e incentivam os alunos a conversarem com os mais velhos – uma geração marcada pelo cigarro. É cada vez mais raro vermos pessoas fumando em locais públicos e comum que pais jovens deixem o vício quando os filhos, ainda pequenos, trazem a tona os problemas causados pelo cigarro.
  6. Respeito ao próximo. Os jovens de hoje em dia têm a tendência de serem mais respeitosos com os mais velhos e pessoas mais humildes. Apesar disso não ser uma realidade em todo o universo – afinal, nada é igual sempre – percebe-se nos últimos anos que além da influência familiar, a internet e o novo mundo apresentado por ela fazem com que os mais jovens olhem de maneira diferente para o mundo, para o seu cotidiano. Essa visão mais aberta é demonstrada no relacionamento interpessoal e passada, por eles, para os pais e, principalmente, avós, que muitas vezes foram educados de maneiras diferentes. É cada vez mais comum observarmos que eles fazem comparações com países estrangeiros e desejam aplicar as culturas mais avançadas no dia a dia brasileiro.

Há muitas experiências para passar e repassar aos outros, não importa a idade o conhecimento sempre é válido.

Até a próxima!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo