Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » 5 regras gramaticais que todo estudante deve saber 

5 regras gramaticais que todo estudante deve saber 

Olá leitores, tudo bem?

Nós já falamos aqui sobre como aprender a escrever melhor e um dos pontos importantes era aprender sobre os pontos técnicos da nossa língua.

O ponto mais difícil de entender na língua portuguesa é justamente a nossa gramática, que pode ser considerada uma das mais difíceis de todas devido as complicadas regras e diferenças em acentuação.

Não existe muito segredo na hora de aprender gramática, o importante é ler o máximo possível e tentar absorver toda a informação e regras durante suas sessões de estudo.

Qual a importância de aprender gramática?

Aprender gramática pode parecer não ser algo muito interessante ou até mesmo importante. Quem nunca se pegou pensando “Elimina todos os acentos e pronto, fica fácil”, principalmente com línguas como o Inglês que não possuem acento e funcionam muito bem.

Porém aprender a nossa gramática é fundamental. Você vive em um país lusófono, portanto é importante que você aprenda a nossa língua. Por melhor que você seja em outras línguas a nossa língua oficial é o Português.

Todo concurso, entrevista de emprego será feita em português, por isso é importante que você tenha domínio da gramática.

Não só como um ponto de estudo para a vida acadêmica e profissional, a gramática também é uma forma de manter a identidade cultura de um pais e de sua língua.

Ao aprender gramática você também descobre a beleza da língua portuguesa e passa a gostar ainda mais do idioma que você sempre falou.

5 regras gramaticais que todo estudante deve saber

Se você está pronto para aprender mais sobre a gramática fizemos uma lista com 5 regras mais importantes que todo estudante deve saber. Porém é importante lembrar que essa são apenas 5 das centenas de regras gramaticais que existem na nossa língua, portanto nunca pare de estudar sobre o assunto.

1- Bom e mau, bem e mal

Apesar de parecer fácil esse é um erro comum de ser visto em conversas pela internet e até mesmo em redações mais sérias. Muita gente erra, então confira como é a forma correta:

Bom é o antônimo de mau, e bem é o antônimo de mal. Lembrando que antônimo é o oposto.

Se você tiver alguma dúvida na hora de escrever basta formular a frase no sentido oposto.

Se você está com a seguinte dúvida: “Esse lugar cheira mal (ou mau?) ”, basta você formular a frase no antônimo e ver qual combina mais, “Esse lugar cheira bom (ou bem) “, qual dos dois está correto?

“Esse lugar cheira bem”, claro. Portanto, “Esse lugar cheira mal” é o correto.

2- Possui/Possue; Constrói/Constroe; Atribui/Atribue

Essa é uma regra importante, mesmo que nem sempre ela seja usada.

Para entender qual deve ser usado em qual situação basta entender que verbos terminados em “uir” têm “i” na segunda e terceira pessoa do singular.

“Ele possui, tu possuis, ele constrói, ele atribui”.

Já na terceira pessoa do plural os verbos com “uir” possuem “e”.

“Eles possuem, eles constroem”.

Ou seja, “Ele possue” não existe.

3- Vêm ou veem

A 3ª pessoa do plural no presente do indicativo dos verbos ter e vir sempre possuem acento e apenas um “e”.

Eles têm, eles vêm

Já a as palavras como “e” duplo como: Eles leem, eles veem, eles creem, são da 3ª pessoa do plural do presente do indicativo.

Esse ponto ilustra muito bem como pequenas regras gramáticas podem alterar todo o sentido de uma frase.

4- Trema

Em dúvida se uma palavra é com ou sem trema? Basta saber que a trema não é mais utilizada na nossa gramática.

5- Por que/Por quê/Porque ou Porquê?

Essa é uma das mais confusas regras da gramática.

Para entender de uma forma mais simples basta entender que Por que dá o sentido de “por qual razão”, “por qual motivo” ou “pelo qual”.

Por quê é usada quando vier antes de um ponto.

Porque é uma conjunção explicativa, ele tem a mesma finalidade de “pois”.

Porquê é um substantivo que tem significado de “o motivo”, “a razão”.

Quais regra vocês gostariam de entender melhor? Deixe ai nos comentários!

Até o próximo texto!

comentários (1)

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo