Você está aqui:Home » Dicas » Idiomas » 37 erros comuns de inglês

37 erros comuns de inglês

Olá,

Como todo idioma, o inglês possui semelhanças, diferenças e especificações próprias, que podem ser facilmente confundidas pelos brasileiros, principalmente quando automaticamente se compara com o português. Conheça abaixo 37 erros comuns que podemos cometer ao falar inglês.

  1. People is…: Tanto no espanhol como no português, a ideia de “povo” é sempre ligada a grupo, uma unidade de pessoas e, por isso, regemos a palavra no singular, por exemplo: “o povo é feliz”. Já no inglês, essa ideia é diferente e povo tem a noção de muitas pessoas, ou um sinônimo direto de pessoas e, por isso, deve-se usar o verbo no plural e não no singular, logo, o correto seria: “poeple are´ happy.”.
  2. I have 30 years: No português, traduziríamos facilmente essa frase como “Eu tenho 30 anos”, porque é assim que escrevemos, porém no inglês, as pessoas não “têm” uma idade, elas “são” aquela idade e, por isso, a utilização do verbo to have não faz sentido no inglês. Nesse caso, deve-se usar o verbo “to be”: “I am 30 years old”, “the girl is 9 years old”.
  3. I’ll go to the shopping: No Brasil, shopping é aquele lugar cheio de lojas para onde vamos fazer compras, logo, um substantivo. Já no inglês, a palavra shopping não diz respeito a um lugar, mas à ação de fazer compras, que pode ser em um shopping center, em uma livraria ou em um mercado. O lugar, em inglês, no substantivo só poderia ser “shopping center” ou “mal”, logo: Shopping: ato de comprar; Shopping Center: lugar; Mall: lugar. O correto então seria: I’ll go to the mal.
  4. Pronúncia R como H: A pronúncia do R no português pode ser semelhante à pronúncia do H no inglês “RR” e por isso, para muitas pessoas, essa adaptação pode ser difícil e algumas confusões podem significar a total falta de sentido. Essa troca pode ser percebida em várias situações, como por exemplo: Right (correto, direita) – Height (altura); Rate (taxa) – hate (ódio)
  5. I need to take a decision: “eu preciso tomar uma decisão”, no português, a utilização do verbo tomar relacionado à palavra “decisão” etá corretíssimo, porém, no inglês, essa construção é diferente. Decisões, no inglês, não se tomam, mas são ações feitas, logo, utiliza-se o verbo to make: I need to make a decision.
  6. B mudo: Assim como no português e espanhol, temos algumas letras que são “mudas” na pronúncia, como é o caso do “advogado”, por exemplo. A mesma coisa acontece no inglês com a utilização do B em algumas estruturas nominais, normalmente quando estiver escrito B junto ao T ou B junto ao M, como por exemplo: Clim(b); Bom(b); Dou(b)t; Num(b).
  7. Pretend x Intend: esses são exemplos de palavras que são muito parecidas com o português na escrita, porém possuem significados diferentes. Acredite, “Pretend” não significa pretender, mas fingir fazer algo, enquanto que “Intend” não significa intencionar, mas planejar fazer algo no futuro. “I pretend to go to school tonight”: provavelmente o sujeito matará aula. “I Intend to go to school tonight”: significa que o sujeito planeja ir à escola à noite.
  8. Thanks God x Thank God: apesar de as duas frases serem formas encurtadas de uma mesma sentença “thanks be to God”, somente na primeira o sujeito está falando diretamente com Deus: “Obrigado Deus”, enquanto que a segunda é apenas uma expressão que indica felicidade, alívio, algo do tipo “graças a Deus” que usamos no Português. Por exemplo, se você disser a alguém qu está feliz por não ter chovido, poderá dizer: – graças a Deus que não choveu, ou “thank God It didn’t rain”.
  9. Lost x Missed: Aparentemente as duas palavras tem o mesmo significado “perdido”, ou “perdeu”, porém, o verbo “lost” deve ser utilizado apenas quando não conseguimos algo que já tínhamos, como “I lost the car Keys”, ou “eu perdi as chaves do carro”. No caso de algo que você já não tinha, utiliza-se missed: “I missed tge bus”, ou “I missed the plane”.
  10. I wrong the question: Apesar de “wrong” em inglês significar errado, essa palavra é apenas um advérbio e não pode ser utilizada como verbo, muito menos conjugada, ao contrário do Português, em que ela pode ter ambas as utilizações. Logo, não se diz “I wronged the question para expressar “eu errei a questão”. Nesse caso, o mais apropriado seria “eu cometi um erro” ou “I made a mistake on the question” ou “I got na answer wrong”: Mary did the wrong question and was not prepared for class. John didn’t make any mistake on his test
  11. Thank x Tank: Apesar de serem palavras diferentes, sua pronúncia pode facilmente ser confundida, alterando o significado da frase. Por isso, “Thank”, em que o Th tem som de “F” significa agradecer “I have to thank her” (eu tenho que agradecê-la), enquanto que “Tank” em que o T tem som de “T”, significa afundar, o que poderia soar ofensivo na frase acima.
  12. Look out x Look into: O uso de preposição no inglês pode ser até mesmo mais variado que no português, o que confunde muita gente nas construções de expressões. Um exemplo disso são as expressões “look out” que significa ter cuidado e “Look into”, que significa verificar, checar.
  13. Make out x Make up: a mesma coisa acontece com essas duas expressões, em que a primeira significa ficar, no sentido de namorar, e a segunda “make up” significa inventar ou fazer as pazes. Nada a ver, não?
  14. A x An: Ambos os artigos significam “um” ou “uma”. No português, usamos a mesma palavra em qualquer construção de frases, porém no inglês existe uma diferença de uso entre ambas. “A” utiliza-se sempre antes de palavras iniciadas com sons de consoantes, “e”, que tom som de Y e “o”, que tem som de ‘w’. Exemplo: A Car, A European trip, A One question, A School. Já o “An” se utiliza sempre antes de palavras que iniciem com sons de vogais, “h” mudo, exemplo: An Umbrella, An Honest man, An Apple, An Honour.
  15. Bare x Bear: Apesar de serem palavras semelhantes, possuem significados totalmente diferentes, em que “bare” significa exibir, mostrar, descobrir, expor: I bare my work on the fair (eu exponho o meu trabalho na feira). Já “bear” tem dois significados, podendo ser suportar, aguentar, continuar ou também pode significar urso: I can’t bear to watch (Eu não aguento olhar) ou There’s a bear on the forest (há um urso na floresta).
  16. Bored x Board: Bored significa em inglês entendiado, enquanto que borad tem dois possíveis significados, podendo ser placa, tabuleiro como também conselho, por exemplo: “I was bored on that class” (eu estava entendiado naquela aula), “The borad of judges decides who’s the best” (o conselho de jurados decide quem é o melhor), “Look, It’s written on that board” (olhe, está escrito naquela placa).
  17. Meet x Meat: São palavras de pronúncia muito semelhante e podem ser facilmente confundidas em uma conversa por quem está aprendendo inglês. “Meet” significa encontrar, encontro, reunião; enquanto que “meat” é o significado de carne: “I’ll meet you tomorrow on the mal” (encontrarei você amanhã no shopping), “What meat would you like for dinner” (que carne você gostaria para o jantar?).
  18. Complement x Compliement: Apenas a presença do “i” muda completamente o significado dessas palavras e é facilmente confundido pelas pessoas. “Compliement” significa elogiar, enquanto que “complement” tem o sentido de complementar: “I have to compliement you for your new job” (Eu tenho que elogiá-lo pelo seu novo trabalho); “This wine complements the steak perfectly” (esse vinho complementa perfeitamente o bife).
  19. Break x Brake: Muitas pessoas acham que “brake” é o passado de “break”, o que não acontece. Break tem o sentido de interromper, parar, quebrar, e seu passado simples é “broke”. Já Brake significa os freios de um carro: “I think my car brakes are going well” (eu acho que os freios do meu carro estão funcionando bem); “We should break from dancing for a while” (nós deveríamos parar de dançar por um momento).
  20. Heroin x Heroine: Não confunda, Heroine não é o feminino de Heroin, como muitas pessoas podem achar. Heroin significa a droga “heroína” enquanto que Heroine, é o feminino de herói (Hero).
  21. Ascent x Assent: são palavras que, pronunciadas, tem o mesmo som, mas significados diferentes. “Ascent” significa ascensão, subida. Já “Assent” significa assentimento, concordância, aprovação, consentimento.
  22. Demur x Demure: Um detalhe tanto na fala quanto na escrita podem não só mudar, como opor completamente o que você diz! “Demure” significa modesto, decente, acanhado, enquanto que “Demur” tem vários sentidos: objeção, escrúpulo, dúvida.
  23. Chicken x Kitchen: essas duas palavras podem ser um desafio até para quem já tem maior familiaridade com o inglês. Chicken significa frango em inglês, já kitchen é o lugar onde o frango é preparado, significando “cozinha”.
  24. Passport: pela semelhança da palavra com o português, muitas pessoas costumam escrever “PassAport” para a palavra em inglês, porém, o detalhe é que não existe ‘A’ depois do ‘SS’, sndo, portanto, passaporte: PASSPORT.
  25. Platform: da mesma maneira, pela semelhança de escrita e significado, muitas pessoas confundem e escrevem “plataform”, o que não existe no inflês. Não há ‘A’ depois do ‘t’ na palavra, logo, para descrever a plataforma, escreve-se PLATFORM.
  26. Conductor: Se você estiver em um ônibus, trem ou outro meio de transporte, saiba que o motorista, condutor é “driver”. Conductor, por mais que possa confundir, é o cobrador que irá verificar sua passagem.
  27. Costumer x Customer: se você for dono de um restaurante, nunca confunda essas palavras ao tratar seu cliente. “Costumer” significa fantasia, disfarce; já “customer” é a palavra referente ao cliente.
  28. Either x Too x Also: Ambas as palavras podem ser o mesmo significado, “também”, porém, usos diferentes. Either deve ser utilizado em expressões negativas, por exemplo: “she doesn’t like rice and I don’t like it either” (ela não gosta de arroz e eu também não”. Já Also e Too podem ser utilizados em expressões positivas: “Maria parentes aldo like jazz” (os pais de maria também gostam de Jazz), ou “I play guitar and piano too” (eu toco violão e piano também).
  29. Parents x Relatives: Pela enorme semelhança com o português, muitos se confundem e utilizam “parentes” para definir parentes, porém, “parentes” significa “pais”. Já para ‘familiares’, ‘parentes’, você pode utilizar “relatives” ou “familiars”.
  30. Take that shirt, please?: Quando estamos em uma loja e pedimos ao vendedor para pegar aquela camiseta, a utilização do verbo está corretíssima, porém, no inglês, a estrutura para essa frase utiliza-se de outro verbo “see”, algo como “vê-me aquela camiseta, por favor?”. Logo, sempre que você for pedir uma camiseta em uma loja, diga “see me that shirt, please?”.
  31. Actually: apesar da grande semelhança, “actually” não significa atualmente, mas significa ‘na verdade’: Actually, you’re right about this. (na verdade, você está certo sobre isso). Para se dizer ‘atualmente’, utiliza-se: “currently”.
  32. Brave: Brave, não significa bravo, não no sentido de irritado, raivoso. “Brave” significa corajoso!=, o que no português significaria bravo apenas nesse mesmo sentido, de “bravamente”, como quando elogiamos uma apresentação “Bravo!”. Para descrever irritado, utiliza-se “mad” ou “angry”.
  33. I’m having an affair: cuidado, a má utilização dessa frase pode afetar a sua reputação! Em português, costumamos utilizar “affair” para casos sem compromisso “estou saindo com alguém”, porém, em inglês, essa palavra significa caso extraconjugal! Para falar sobre saídas sem compromisso, “ficadas”, você pode escrever “I’m having a thing”.
  34. Sensible x Sensitive: muitas pessoas automaticamente utilizam ‘sensible’ para falar de sensibilidade, o que apesar de parecer, não é correto. ‘Sensível’ em inglês é traduzido por ‘sensitive’. Já “Sensible” significa ‘sensato’.
  35. Gray x Grey: Não necessariamente é um erro, mas uma especificação. Essas palavras possuem a mesma pronúncia e o mesmo sentido “cinza”, porém, Gray é muito utilizado pelos americanos, enquanto que Grey e mais falado pelos britânicos.
  36. Extent x Extend: ‘To extend’ é um verbo que significa ampliar, estender algo, porém, ‘extent’ não é um verbo e define o nível ou o grau de alguma coisa, por exemplo, quando se define uma reação na física, diz’se: “extent of a reaction” (grau da reação).
  37. Dryer x Drier: são palavras que tem sentidos parecidos, o de secagem, mas utilizações parecidas. “dryer” é uma palavra para definir qualquer objeto secador, como “hair dryer” (secador de cabelos) ou “dryer machine”, para secado de roupas. Já Drier é utilizado para dizer de algo que está mais seco ou drenado do que antes, como é o caso das roupas secadas pela máquina “the clothes are drier than before” (as roupas estão mais secas do que antes).

 Bons estudos!

comentários (2)

  • Bárbara

    Interessante a matéria, porém, ela está com erros de “spelling” tanto em Inglês quanto em Português. Seria interessante um revisor. 😉

    Responder
  • Ana Célia A. Melo

    Excelente material, os 37 erros de Inglês. Obrigada por ajudar tanto, os que precisam de apoio para estudar com materiais preciosos, quanto estes. Deus os ilumine e conceda muita sabedoria e inteligência.
    Muita PAZ!
    Abraços:
    Ana Célia

    Responder

Deixe um comentário para Ana Célia A. Melo

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo