Você está aqui:Home » Dicas » Filmes » 12 filmes franceses para assistir na Netflix 

12 filmes franceses para assistir na Netflix 

Olá, leitor!

Você conhece o cinema francês?

Algumas pessoas são apaixonadas por filmes franceses. Outras pensam que os filmes são pesados, e tem gente que chega a dizer que o cinema francês é superficial e até mesmo sem sentido.

Mas, as particularidades dos cinema francês faz com que os seus filmes sejam falados e premiados constantemente.

Quem não se deixou levar pela suavidade de sensações obtidas em gestou simples de Amélie Poulain? Ou, sentiu-se em completo estranhamento e abertura da mente para a temática homoafetiva, no polêmico: “Azul é a cor mais quente”?

Mas, não é só de aventuras de Poulain e desconstrução sobre relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo que vive o cinema francês. Conheça filmes franceses disponíveis na Netflix que lhe garantirão uma ótima viagem para dentro de si mesmo.

Saiba mais sobre o cinema francês

filmes_franceses

O cinema francês é um dos mais falados do mundo. Alguns dizem que são filmes muitos “pesados” para estar nos Telões. Mas, essa é uma opinião de um pequeno fragmento do que as pessoas acreditam, segundo suas crenças, culturas e vivências.

Outras pessoas são apaixonadas pela representação francesa nos cinemas. Hoje daremos a nossa opinião sobre os filmes franceses. Propomos uma dinâmica com você.

Caso conheça um filme francês que ama, mas não aparece na lista abaixo, deixe um comentário com o nome do filme e a sua sinopse para nós e outros leitores. Ok?

Então, vamos ao que interessa. Esta é a nossa lista dos nossos filmes queridinhos franceses:

1 –  Bem vindo a Marly-Gomont

Uma temática muito corriqueira em filmes franceses é o aspecto cultural variado, em confronto com as suas diferenças e as suas semelhanças.

No filme “Bem vindo a Marly-Gomont”, não é diferente. O drama trata de famílias de diferentes pontos da França e o choque cultural entre elas. Mostra traços muito específicos sobre a identidade e mecanismo social das pessoas.

2 – Os intocáveis

Esse filme maravilhoso mostra realidades opostas em interação. Um senhor milionário busca por cuidados, entretanto, decidiu por contratar um senegalês com quem havia acabado de sair da prisão e não tinha expectativa de continuidade.

A falta de expectativa da não continuidade é algo em comum entre eles, pois, o milionário é tetraplégico.

Com o passar do tempo eles se tornam verdadeiros amigos. Um tinha dentro do coração exatamente o que o outro necessitava. Vale muito a pena assistir esse filme lindo!

3 – A voz do coração

4 – O escafandro e a Borboleta

Outro filme incrivelmente bem feito do começo ao fim, é o Escafandro e a borboleta. Belíssima obra que retrata a vida de um homem que sofreu um acidente e perdeu a força de todos os músculos, menos das pálpebras.

A partir daí, muita emoção e reflexão sobre a vida e cada existência.

5 – Gad Elmaeh

6 – O Closet

Na história, François Pignon (Daniel Auteuil) é um sujeito sem graça. Isento de atrativos, é ignorado e desprezado. Em dado momento, François resume sua vida num sonho que lhe é recorrente: ele acaba de nascer e lá está o médico ainda a lhe procurar dentro da mãe. François já está do lado de fora e ninguém repara. Insignificante. Isso resume sua vida.

7 – O Pequeno Nicolau

O Pequeno Nicolau tornou-se ilustração de sucesso na França, em forma de desenho animado visto pelas crianças e adultos franceses.

Esse filme adentra o universo infantil, onde podemos conhecer os pensamentos e percepção da mesma forma que Nicolau percebe: o nascimento de seu irmão caçula, o relacionamento com os seus pais e o convívio com colegas e professores na escola.

Vale a pena viajar no universo de uma criança e desfrutar de sua inocência, e é essa a proposta desse longa francês.

8 – Nada a Declarar

Do mesmo diretor que A Riviera Não É Aqui. A proposta desse filme é transparecer as diferenças culturais existentes dentro do território francês e em relação a outros países.

 

9 – A Riviera não é aqui

A Riviera não é aqui foi o segundo maior sucesso de bilheteria na França, depois de Titanic. Maravilhosa fotografia, maravilhoso roteiro nas belas paisagens francesas.

O filme conta a história de pessoas do sul da França, que se encontram. No filme podemos notar já um choque de cultura. Essas diferenças culturais nos fazem rir e entrar na trama das semelhanças e diferenças ao nosso redor.

10 – O Chefe

É um filme que compartilha culturas culinárias diversas, feito em território francês. Muito leve e engraçado, esse longa traz nuances culturais diversas e como elas se expressam na culinária.

11 – Ferrugem o Osso

O diretor Audiard (um nome para seguirmos de perto agora) consegue criar uma obra crua em seus sentimentos, aplicando em doses uma doçura florescente, cuja guinada final consegue satisfazer os adeptos de ambos desfechos: crus, realísticos ou agradáveis.

É um belo e eficiente drama que nos lembra da implacabilidade da vida e como certas coisas nunca podem ser completamente consertadas, sendo necessário aprender a conviver com elas para seguir em frente.

12 – Minhas Tardes com Margueritte

É a história de um daqueles improváveis encontros que podem mudar a sua vida: Germain, um cinquentão quase analfabeto, e Margueritte, um velinha apaixonada por livros. Quarenta anos e muitos quilos os separam.

Um dia, por acaso, Germain senta ao lado dela em um banco no parque. Ela recita em voz alta, versos dando assim a ele a chance de descobrir a magia dos livros, que nunca fizeram parte da vida dele.

Mas Margueritte está perdendo a visão e pelo carinho e afeto que foram criados dessa relação, Germain irá aprender para mostrar que pode ler para ela, quando ela não puder mais.

Confira resumos destes filmes franceses que vão aguçar o seu raciocínio

Cada um destes filmes transmitem uma mensagem que fará diferença em sua vida.

Agora que você já sabe quais são os filmes franceses da Netflix que lhe farão refletir sobre a vida e existência humana, bem como as suas manifestações em meio social.

Desejamos uma ótima viagem para o mundo das ideias colocadas cinematograficamente, sob um olhar francês. Lhe resta preparar a pipoca e um ambiente agradável para curtir esse momento. Se gostou de nossas indicações, curta e compartilhe com os seus colegas.

Gostaríamos de saber de suas percepções sobre filmes. Alguma dica? Deixe nos comentários.

Até breve!

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo