Você está aqui:Home » Dicas » Pais e Filhos » 10 livros para desenvolver a criatividade das crianças

10 livros para desenvolver a criatividade das crianças

Olá, leitor!

Já notou como no mundo as pessoas com mais criatividade são as que mais se destacam?

Em todos os setores e todas as áreas, quanto mais criativo é o ser humano mais ele é capaz de inventar coisas novas e eficientes para todos.

Quem é criativo se destaca na sociedade e com essa característica é capaz de levar na tecnologia, nas ciências e na saúde, avanços importantes para melhorar a qualidade de vida da humanidade.

Infelizmente se promove a utilização da cópia, repetição de fórmulas de sucesso esquecendo-se que, quem teve sucesso mesmo, foi quem criou a fórmula.

Por isso é importante trabalhar o desenvolvimento criativo desde a infância.

Pensando nisso, nós do Canal do Ensino, buscamos os 10 livros para desenvolver a criatividade nas crianças.

  • 1 – Imaginação e criatividade na infância
  • 2 – Criatividade na escola
  • 3 – Eu me pergunto
  • 4 – Terapia Criativa
  • 5 – As flores que a gente inventa
  • 6 – A criatividade na literatura infantojuvenil
  • 7 – Desenvolvimento infantil e criatividade
  • 8 – Educação sonora e musicalização na aprendizagem infantil
  • 9 – Aprendizagem criativa
  • 10 – O céu das crianças

Confira o conteúdo de todos esses livros a seguir!

10 livros para ajudar no desenvolvimento das crianças

10-livros-para-desenvolver-a-criatividade-das-criancas_Prancheta 1

1 – Imaginação e criatividade na infância

Autor: L. S. Vygotsky.

Esse livro foi escrito em 1930, mas possui intuições que permitem ser usado de referência na psicologia até hoje.

Nele o autor trata de suas principais reflexões sobre o desenvolvimento criativo das crianças através do desenho, do teatro e da escrita.

Nele ainda, o autor trabalha a relação entre a imaginação, criatividade e realidade e compara a imaginação criativa na criança com a do adolescente.

Indicado principalmente para professores e profissionais da área de psicologia. Mas também para pais e interessados no tema.

O autor é referência nos estudos de psicologia da criatividade.

2 – Criatividade na escola

Autora: Fernanda Hellen Ribeiro Rodrigues.

Esse livro mostra estudos de pesquisas nacionais e internacionais: realizadas na Espanha, no Brasil e em Portugal.

É sobre a influência das aulas criativas no processo de desenvolvimento dos talentos das crianças, inclusive as de altas habilidades.

Apresenta um conjunto de propostas para promover a criatividade em escolas e em outras instituições de ensino.

Segundo o livro, hoje em dia a criatividade não é muito estimulada, por isso, professores e pedagogos devem usar medidas educativas que instiguem os alunos a desenvolver sua criatividade.

Para desenvolver o potencial criativo de todos, requer medidas educativas que visam trabalhar isso.

Indicados para professores, pedagogos, psicólogos e pais que querem um mundo mais criativo por meio de escolas inovadoras.

3 – Eu me pergunto

Autor: Jostein Gaarder

Esse livro conta a história de um menino que, enquanto caminha para longe de casa se questiona sobre tudo.

“De onde vem o mundo?” “Será que tudo surgiu do nada?” “Os fantasmas existem?” “O quê tenho mais medo de perder?”

A medida que caminha relembra coisas que viveu, histórias do passado, continua com suas indagações mas sem resposta.

Enquanto caminha sem rumo e se perguntando sobre o porquê, chega a um ponto que formula seu próprio entendimento de mundo.

Por meio dessas questões filosóficas, o livro acaba por estimular o pensar, a reflexão e estimula o entender criativo do leitor.

O autor norueguês é formado em filosofia, teologia e literatura.

É mundialmente reconhecido principalmente pelo livro: O Mundo de Sofia, também consagrado pelo livro, “Através do espelho” e “O dia de Curinga”.

Para quem gosta principalmente de filosofia, educadores, pais e jovens.

4 – Terapia criativa – Atividades com crianças e adolescentes

Autora: Ângela Hobday

Esse livro possui atividades separadas por capítulos de acordo com a necessidade da criança e a finalidade da atividade.

Ele é para uso terapêutico e indicado principalmente para psicólogos e psicopedagogos.

Porém, muito a profissionais que se interessam pelo assunto, acabam se envolvendo pela obra e utilizam das atividades com crianças adolescentes.

O objetivo geral do livro é desenvolver uma terapia criativa para ajudar crianças e adolescentes que tem dificuldades emocionais.

Lembrando que o livro não substitui nenhum médico ou profissional da área de saúde.

É um recurso a mais para auxiliar principalmente psicoterapeutas.

5 – As flores que a gente inventa

Autora: Fernanda Lopes de Almeida

Nesse livro voltado principalmente às crianças, a autora por meio de poesias ensina como a imaginação e a criatividade deixam o mundo mais bonito.

Sem esses dons a poesia e a beleza no mundo na existiria, ensina a autora.

Um livro de fácil leitura para toda a família.

6 – A criatividade na literatura infantojuvenil

Autor: José Eduardo Valli

Nesse livro o autor fala sobre a importância de desenvolver nossas habilidades e potencialidades, que a princípio não acontecem dentro das escolas e universidades.

A necessidade de se buscar entender o jovem criativo que muitas vezes não é bem visto nas escolas, confundido como falava no seu comportamento.

O livro trata também das histórias infantis e seu papel no desenvolvimento criativo da criança por oferecer novas dimensões na imaginação infantil.

Esse livro foi desenvolvido principalmente para adultos que exercem alguma atividade para crianças, sobre a importância das histórias infantis no desenvolvimento da criatividade.

7 – desenvolvimento infantil e criatividade

Autora: Maria do Carmo Freitas

A autora se utiliza da pedagogia da reflexão, analisou a situação em que se encontram a maioria dos jovens da educação pública de periferia.

Expostos a situações de problema antissociais, acompanhado por professores por vezes despreparados para lidar com essas situações.

Trabalha os conceito de pensamento vertical (PV) normalmente usados nas escolas e o pensamento lateral (PL) – onde a criatividade transforma.

Indicado principalmente aos profissionais de educação mas também aos pais.

8 – educação sonora e musicalização na aprendizagem infantil

Autora: Rosângela Isabel Teixeira Coelho dos Santos

Segundo a autora, é por meio da educação das artes que a criança descobre as linguagens sensitivas e assim desenvolve seu potencial criativo.

Dessa forma, se descobre capaz de criar, inventar e de reinventar o mundo que a rodeia.

A criatividade desenvolve o raciocínio da criança e a capacidade de resolver problemas.

Por meio da educação musical a criança desenvolve seu potencial criativo no processo da criação.

A linguagem musical auxilia também no equilíbrio emocional responsável também por aprimorar o caráter.

Obra destinada principalmente aos educadores e pais.

9 – Aprendizagem criativa

A obra foi feita para educadores e professores que desejam inovar no fazer educativo do séc XXI.

Ensina a se utilizar de recursos e meios, que potencializam situações favoráveis para o processo de ensino aprendizagem.

Segundo os autores, esse livro mostra que chegou o tempo de ultrapassar velhos paradigmas em busca de uma nova educação social.

Incluindo educação a distância, redes de aprendizagem, motivação, tecnologias digitais, cooperação e criatividade.

Um livro criado para professores, pais e interessados no assunto.

10 – O céu das crianças

Autor: Paulo Freire

O livro conta a história de um pai e seus dois filhos, que toda a noite iam admirar as estrelas

Depois voltavam para dormir e inventavam histórias sobre elas.

Por meio de 10 histórias, Paulo Freire mexe com o imaginário criativo das crianças usando elementos da natureza.

Essa oportunidade de brincar com a imaginação tão natural das crianças pode ser retornado.

Essa obra de Paulo Freire, pode despertar pais e filhos para embarcarem nessa ideia.

Indicados para pais e filhos, educadores e demais interessados.

Até o momento da criação desse artigo, todos os livros citados estavam disponíveis em diversos canais de vendas de livros pela internet.

Também em algumas das mais famosas livrarias, alguns estavam à venda em seus sites, livros físicos ou digitais.

Conforme você deve ter notado, essa listagem tem livros tanto para quem trabalha diretamente com a educação infantojuvenil, quanto para pais e outros.

A criatividade muitas vezes é vista como algo relacionado à arte, mais estritamente aos trabalhos manuais.

Essa restrição é equivocada, pois a criatividade pode ser desenvolvida por diversos canais, incluindo a tecnologia, a literatura e o raciocínio.

Desenvolver o potencial criativo do ser humano deve estar atrelado a evolução do ser humano como indivíduo e como ser social.

Esperamos que essas sugestões sejam apenas o começo para seus projetos de desenvolver a criatividade nas crianças.

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo