Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » 10 dicas simples para se dar bem em matemática

10 dicas simples para se dar bem em matemática

Olá, estudantes!

A matemática é o terror de muitos alunos. Se fizermos uma pesquisa sobre a disciplina mais odiada nas escolas, ela provavelmente, estará nas primeiras posições do ranking. então dê uma olhada nestas dicas simples para se dar bem em matemática e espante esse medo dos números.

A verdade é que temos muito mais a ganhar se tratarmos os números como amigos, em vez de adversários mortais – tanto na sala de aula quanto na vida.

Está em um relacionamento complicado com a matemática? Antes de romper de uma vez por todas com ela, experimente seguir as 10 dicas que listamos para você. Com um pouco de paciência e muita dedicação, acredite: você vai passar a entender os números e, quem sabe, até começar a gostar deles!

10 dicas simples de matemática

1. Pratique muito

Aprender matemática é como tocar violão. Não adianta pegar o instrumento e achar que vai arrasar já no primeiro acorde. É preciso fazer o mesmo movimento várias vezes para aprendê-lo. Com os números, é igual: a prática leva à perfeição. Não existe um jeito rápido de aprender. É preciso treinar, repetidamente, até a lógica fixar na sua cabeça.

Comece pelos conceitos básicos (você já domina a multiplicação de frações, por exemplo?) e só depois passe para equações mais complicadas. Se você quiser começar suas aulas de violão já fazendo um solo elaborado, vai acabar se decepcionando…

2. Aprenda a língua da Matemática

Alíquota? Coeficiente? Perímetro? Ãhn? O primeiro passo para resolver um problema matemático é entender o que o enunciado diz. Quando se deparar com uma palavra que não conhece, pare tudo e vá buscar seu significado.

Vale até anotá-la em um caderninho, com a respectiva definição, para fixar o conteúdo. Com o tempo, o vocabulário matemático vai se tornando familiar e pode até dar dicas para resolver as equações.

3. Repita até acertar

Completou a lista de exercícios, conferiu as respostas e acertou 7 das 10 questões? Parabéns, mas nada de passar para o próximo capítulo só porque soube fazer mais de 50% da atividade. A maioria dos livros de matemática segue uma lógica que faz com que cada exercício acrescente algo importante para as lições seguintes.

Por isso, nada de ignorar as questões que errou. Volte e trabalhe em cima delas até entender como resolvê-las. Sabemos que dá preguiça refazer exercícios, mas você quer aprender, não é?

4. Trabalhe com exemplos

Na hora de fazer a lição de casa, deparou-se com um problema que não sabe nem por onde começar a resolver? Nada de desistir e chegar com a questão em branco no dia seguinte. Persista! Pegue exercícios similares que já estejam resolvidos e tente entender sua lógica.

Ou, então, procure por videoaulas no YouTube. É só digitar o conteúdo que você está estudando na busca do site e aparecerão vídeos de professores explicando a matéria.

5. Estude em grupo

Às vezes, pessoas que fazem parte do nosso grupo social têm mais facilidade para nos explicar as coisas. Elas sabem como falar ou que exemplos podem dar para entendermos um conceito. Por isso, estudar em grupo pode ser muito proveitoso. E, se quando estiver com a galera um amigo levantar uma dúvida que você sabe responder, nada de ficar tímido: pronuncie-se.

Você só domina um assunto de verdade quando é capaz de explicá-lo para outra pessoa. Não perca a oportunidade de testar seus conhecimentos. Afinal, você estará entre amigos.

6. Não pule etapas

Na matemática, é muito normal fazermos algumas contas de cabeça quando estamos resolvendo equações e colocarmos, na linha de baixo, uma versão mais simplificada do problema. Para quem não domina a disciplina, no entanto, isso pode ser uma armadilha. Para se perder no raciocínio é um pulo! Por isso, nada de poupar o lápis: no começo, resolva todas as etapas das equações no papel.

Fazer isso ajuda, inclusive, na hora que você for retomar os estudos dias depois, quando a matéria já não estiver mais tão fresca na cabeça. Seu raciocínio estará 100% registrado.

7. Desenhe

“Quer que eu desenhe para você entender?” É normal usarmos essa frase de brincadeira quando alguém não nos compreende, mas ela é muito verdadeira. Somos seres visuais e, por isso, desenhar o que o problema está dizendo ajuda muito na hora de resolvê-lo.

Se trata-se de uma equação de geometria, por exemplo, que fala a respeito de um triângulo, desenhe a figura no papel para se situar e assim por diante.

8. Anote as informações do problema

Escrever todos os dados que o problema te fornece também é uma ótima dica para ajudar a resolvê-lo. As vezes, por causa da pressa ou do nervosismo, pulamos alguma informação importante que o enunciado nos dá e acabamos errando a equação por bobeira.

9. Aplique a matemática no dia a dia

Engana-se quem acha que o que aprendemos na escola só serve para passar no vestibular. Muitos conceitos matemáticos podem ser usados no dia a dia e, inclusive, transformá-los em algo concreto ajuda (e muito!) na hora de assimilá-los.

Use probabilidade para saber as chances de encontrar sua blusa favorita, de primeira, na gaveta. Ou calcule os juros sobre o dinheiro que seu irmão pegou emprestado de você. Libere a criatividade!

10. Divirta-se

Aprender não significa, apenas, ficar com a cara enfiada nos livros. Procure jogos para celular ou computador que tenham relação com a matemática. É uma forma divertida de fixar o conteúdo e até acelerar o aprendizado.

Viu só como a matéria não é, necessariamente, um bicho de sete cabeças? Siga essas dicas que você vai acabar se dando bem em matemática.

Até a próxima!

comentários (1)

Deixe um comentário

© 2012-2019 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo