Você está aqui:Home » Dicas » Intercâmbio » 10 dicas para organizar sua viagem de intercâmbio

10 dicas para organizar sua viagem de intercâmbio

Olá estudantes!

Sabia que mesmo com a crise, o intercâmbio se mantém forte entre os brasileiros? Se você já decidiu viver essa experiência, anote estas dicas para organizar sua viagem ao exterior.

Mas, mesmo estando já em cima da hora, ainda é tempo de se tomar algumas providências. Afinal, o estudante tem que planejar os gastos e praticar o idioma do país escolhido para ter um melhor aproveitamento dos cursos.

Além disso, também é preciso resolver, com antecedência, toda a documentação, hospedagem e escolher uma agência de intercâmbio.

+ Aprenda como Planejar um Intercâmbio do Zero em 3 Semanas

10 dicas para um intercâmbio

1- Agência de intercâmbio

A agência de intercâmbio deve auxiliar o estudante a conciliar seus objetivos profissionais e pessoas com os cursos disponíveis. No Brasil, as agências recomendadas são as que possuem selo da Associação Brasileira das Agências de Intercâmbio (Belta).

2- Cursos

Escolas de intercâmbio geralmente oferecem cursos regulares de idiomas, cursos de idiomas com atividades, cursos de idiomas com foco profissional,  cursos de especialização, ensino médio (high school), graduação, pós-graduação, trabalho temporário no exterior e voluntariado. Escolha o que mais se ajusta ao que você quer.

3- Destino

O destino da viagem deve estar de acordo com os interesses profissionais do estudante. Para economizar, uma dica é evitar grandes metrópoles. Essa é uma alternativa também para evitar o contato com muitos brasileiros, já que a intenção deve ser praticar o idioma estrangeiro e não falar português em outro país.

4- Passaporte

Não deixe para tirar o passaporte em cima da hora. O documento tem prazo de seis dias úteis para ficar pronto. Se no decorrer do intercâmbio o estudante perder o passaporte, ele deve procurar a embaixada do Brasil no país em que está. O documento também deve ter validade de no mínimo 6 meses para frente da data que está programada a volta do intercambista.

5- Visto

A exigência do visto e o tipo variam conforme o país. Por exemplo, Argentina, Chile, África do Sul, Nova Zelândia e Europa dispensam vistos para estadias de até três meses. É necessário já ter o passaporte para solicitar o visto.

6- Estudo

As escolas de idiomas geralmente fazem um teste no primeiro dia de aula para saber o nível de fluência do estudante. Para obter um resultado satisfatório, é bom estudar diariamente em casa antes de viajar. O aprendizado no exterior é intensificado com aulas diárias.

7- Hospedagem

As opções de hospedagem mais comuns são casas de família, dormitórios e residências estudantis, apartamentos e hotéis. Em muitos casos, o intercambista pode optar por quarto individual ou compartilhado.

8- Assistência de viagem e seguro saúde

Uma exigência para todo intercâmbio é de que o estudante tenha cobertura de saúde durante a estada no país escolhido.

9- Dinheiro

É bom ter algum dinheiro em espécie ao chegar no país escolhido. Cerca de US$ 200 em mãos é uma boa quantia. Para o restante, o mais seguro é levar em cartão pré-pago.

10- Bagagem

Como não dá para levar tudo, o melhor é encher a mala com roupas versáteis, e evitar aquelas as quais são desconfortáveis ou nunca foram usadas. O estudante deve ter cuidado com o peso da mala para não pagar pela taxa de excesso de peso. Também é importante viajar com uma bagagem de mão. Em caso de extravio, é a de mão que o salvará até a mala ser localizada.

Com tudo certinho e organizado, sua viagem de intercâmbio tem tudo para ser uma grande experiência. Aproveite!

As 10 sugestões são da IE Intercâmbio.

Até a próxima.

comentários (1)

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo