Você está aqui:Home » Dicas » Idiomas » 10 dicas para aprender um novo idioma e turbinar a carreira

10 dicas para aprender um novo idioma e turbinar a carreira

Olá, leitor!

Atualmente, o mercado de trabalho encontra-se extremamente competitivo. Com muitos profissionais capacitados e poucas vagas disponíveis, todo o diferencial conta, e muito. Para destacar-se em meio a tantos candidatos, a solução é se aprimorar e aprender novas habilidades.

No mundo globalizado em que vivemos, é cada vez mais importante falar mais de um idioma. Principalmente em empresas, esse é considerado um grande diferencial de contratação. Por isso, aprender um novo idioma pode ser o caminho para finalmente destacar o seu currículo dos demais.

Muitas pessoas, no entanto, acham que aprender um novo idioma é uma tarefa complicada e cara. Fazer cursos tradicionais exige uma disponibilidade de tempo e investimento financeiro que não condiz com a realidade da grande maioria. Além disso, esses métodos levam bastante tempo. É bem comum, também, a dificuldade em absorver os conteúdos dos cursos de idiomas.

Mas não se preocupe. Existem muitos métodos de aprender um novo idioma. Certamente um deles se enquadra na sua rotina! Com essas dicas, você vai ver que aprender um novo idioma pode ser muito mais simples do que você imagina!

Confira 10 dicas valiosas para aprender línguas!

Por que algumas pessoas têm mais facilidade em aprender um novo idioma?

10-dicas-para-aprender-um-novo-idioma-e-turbinar-a-carreira

O tempo que cada pessoa precisa para aprender um novo idioma varia muito. A velocidade desse aprendizado depende de diferentes fatores. Por exemplo, algumas pessoas apresentam mais facilidade para situações lógico-matemáticas. Outras, para o aprendizado da linguística. Isso é mais do que normal, como Howard Gardner postula em sua teoria das inteligências múltiplas.

Além disso, a disposição psicológica para o aprendizado também varia bastante de pessoa para pessoa. O medo de errar e a vergonha de pronunciar errado, por exemplo, são atitudes que atrapalham muito o processo.  O ideal é saber que erros são experiência adquiridas e não ter medo de mergulhar de cabeça no novo idioma. Veja o aprendizado como desafio, não como teste.

Basta estudar gramática?

Esse é o erro mais comum na hora de aprender línguas. A maioria dos cursos foca pesadamente na gramática da língua, principalmente no começo do aprendizado. Consequentemente, trazemos para nossa rotina de estudos o mesmo padrão.

No entanto, esse é o jeito mais lento de aprender. Acredite: a estrutura gramática deveria ser a última das suas preocupações ao aprender um idioma novo. Seguindo as dicas que você encontra nesse post, a estrutura das frases é aprendida automaticamente. É claro, ela deve ser estudada também. Mas procure diminuir o foco nesse ponto, em especial no começo.

Pense em como você fala o português. Você sabe montar suas frases automaticamente, ou consulta mentalmente onde o sujeito, verbo e pronomes devem estar antes de falar? Veja bem: você aprendeu a falar o português muito antes de aprender a estrutura gramática na escola. E o jeito mais fácil de aprender um novo idioma é seguir esse mesmo caminho.

Como aprender um novo idioma mais rápido?

Então, vamos às dicas? A seguir você encontra tudo o que precisa saber para garantir que você vai aprender um novo idioma rápido e muito bem. Essas dicas vão te ajudar a alcançar a tão desejada fluência.

Seja para conseguir um emprego melhor, se inserir no mercado de trabalho, fazer a viagem ou intercâmbio dos seus sonhos ou apenas por curiosidade, aprender um novo idioma pode ser uma jornada leve e divertida! Confira:

Dica 1: Insira seu aprendizado em um contexto

Piaget foi um dos primeiros a entender: o nosso aprendizado funciona através de associações. Para lembrar mesmo de um conteúdo, simplesmente decorar não ajuda. É preciso contextualizar aquilo que aprendemos.

Trazer o aprendizado para o seu cotidiano é uma forma incrível de fixar conteúdo. Uma dica legal é colocar post-its colados nos objetos da sua casa com o nome deles no idioma que você está aprendendo, por exemplo. Visualizar essas palavras durante sua rotina vai ajudar a fixar melhor o vocabulário.

Quanto maior a necessidade de aprender um novo idioma, mais rápido é o aprendizado. É por isso que intercâmbios funcionam tão bem. Mas não é preciso ir para outro país para aprender. Crie situações em que você precisa usar o idioma que está aprendendo. Por exemplo, leia artigos na outra língua, participe de comunidades virtuais internacionais ou assista filmes e jogue em outro idioma.

Dica 2: Imersão cultural

Entender a cultura do país é importantíssimo para aprender um novo idioma. Pode parecer exagero, mas a imersão cultural é essencial.

Quando você aprende como as pessoas que falam esse idioma se comportam, quais são suas crenças e costumes, entender o idioma se torna mais simples. Expressões, gírias e palavras compostas vão deixar de ser o bicho de sete cabeças que eram antes.

Por isso, trate de pular de cabeça na cultura do país para aprender um novo idioma com mais eficiência.

Dica 3: Vocabulário através de mídia

O jeito mais fácil – e mais prazeroso – de expandir o seu vocabulário em um idioma estrangeiro é através da mídia. Abuse de músicas, séries, filmes e notícias para aprender um novo idioma.

Uma dica ótima é assistir ao mesmo filme, por exemplo, três vezes, sempre com o áudio no idioma que você está aprendendo. Uma vez com a legenda em português, uma com a legenda no idioma original e, finalmente, uma sem legenda. Esse treino te ajuda a associar as palavras à pronuncia.

Além disso, é possível entender melhor expressões, modos de montar as frases e padrões linguísticos. Você pode não perceber isso tudo conscientemente no começo, mas tenha certeza de que seu cérebro está gravando esses padrões.

Dica 4: Treinos práticos

Todo aprendizado exige muita prática. Mas atenção: a repetição não tem a ver com decoreba. A ideia de treinar é habituar-se a usar o novo idioma, acionando sua memória muscular, tanto para pronunciar quanto para escrever.

A prática sempre leva à perfeição. Por isso, faça exercícios frequentemente, fale e pronuncie as palavras sem medo de errar e use as outras dicas desse artigo para treinar sempre.

Dica 5: Encontre alguém para conversar

Alguém que fale o idioma que você está tentando aprender pode te oferecer dicas valiosíssimas. Aproveite que vivemos em um mundo globalizado, conectado pela internet, onde é muito fácil encontrar pessoas dispostas a te ajudar a aprender um novo idioma.

Existem sites específicos para encontrar companheiros de treino, como o My Language Exchange e o Global Pen Friends. Você também pode achar muitos outros.

Outro recurso valioso são as redes sociais. Não tenha medo de tentar: na maioria das vezes, você encontrará pessoas dispostas a te ajudar.

Dica 6: Fale sozinho

Você não precisa encontrar alguém que fale outro idioma para treinar! Fale sozinho! Comece traduzindo seus pensamentos e depois pronuncie a frase. Isso te ajudará a adquirir confiança na sua pronúncia. Além disso, pode resolver problemas de dicção com fonéticas mais complexas.

Você pode aplicar essa técnica lendo em voz alta, conversando consigo mesmo ou até mesmo imaginando conversas. Repetir as falas que você ouviu nos filmes e cantar junto com as músicas também é uma ótima opção.

Dica 7: Ouça com atenção

Da mesma forma que para aprender a desenhar precisamos antes aprender a observar, para aprender um novo idioma é preciso treinar os ouvidos. Procure ouvir com muito cuidado toda a mídia que você usa para estudar. Em filmes e músicas, normalmente a fala é rápida, então preste atenção e ouça várias vezes se for necessário.

O ideal é que você passe a identificar palavras claramente, mesmo que no começo você só consiga fazer isso com as mais curtas e simples. Conforme seu vocabulário se expande, o exercício ficará bem mais fácil.

Dica 8: Deixe sua zona de conforto

Ninguém aprende nada sem se desafiar. Aprender um novo idioma não poderia ser diferente. Estabeleça metas e procure exercícios desafiadores. Jogar um vídeo game em outra língua, por exemplo, exigirá que você entenda as descrições para progredir.

Os aplicativos que possuem exercícios que te incentivam a praticar a pronúncia, como o Doulingo, também são ótimos. Não fique apenas no que você já acha fácil. Sempre procure textos mais complexos, músicas mais rápidas, vocabulários mais difíceis.

Dica 9: Estude um pouco todo dia

Não adianta querer aprender um novo idioma estudando apenas uma vez por mês. Mesmo que você planeje passar muitas horas se dedicando ao estudo, o ideal mesmo é treinar um pouquinho todos os dias.

Quando você treina diariamente, começa a se habituar com o novo idioma. Trazer a língua para o seu dia a dia é importante para se tornar fluente. Então, separe de dez a trinta minutos por dia para fazer exercícios e treinar pelo menos seu vocabulário e pronúncia.

Dica 10: Priorize o vocabulário

Se você tem pouco tempo para estudar e precisa dar prioridade a um dos aspectos de aprender um novo idioma, escolha o vocabulário. Esse é, sem dúvida, o caminho mais rápido para a fluência.

Como falamos anteriormente, a estrutura gramatical de uma língua é aprendida automaticamente com o tempo. E além disso, se você precisar se comunicar com alguém em outro idioma, um vocabulário extenso será muito mais útil do que a gramática. Por exemplo, se um estrangeiro te perguntar “banheiro, que lado está?”, você provavelmente o indicará para o toalete mais próximo. É possível entendê-lo, mesmo que a estrutura da frase não esteja correta.

Por isso, expanda seu vocabulário e treine pelo menos cinco novas palavras por dia.

Conclusão

Aprender um novo idioma pode ser muito mais fácil, barato e divertido do que você imagina. Seguindo essas dicas simples, você garante que vai trazer a nova linguagem para a sua rotina. Quando menos esperar, já estará fluente!

Quer mais dicas para aprender um novo idioma em casa? Leia também esses outros artigos do Canal do Ensino:

E você? Que estratégias usa para aprender um novo idioma com mais facilidade? Conte para a gente nos comentários e aproveite para perguntar se ficou com alguma dúvida!

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2018 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo