Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Trabalho acadêmico: tudo o que você precisa saber

Trabalho acadêmico: tudo o que você precisa saber

Olá estudantes!

Trabalho acadêmico é o nome dado a todos os tipos de texto produzido em instituições de ensino como universidades, cursos técnicos e outros com o objetivo de transmitir conhecimento.

Nessa categoria estão incluídos os famosos TCCs, monografias, resenhas e fichamentos. Cada um deles tem um objetivo que pode ser resumir uma teoria, demonstrar uma teoria ou contestar ideias. Para conseguir escrever um trabalho acadêmico bom é preciso conhece-lo antes.

Tipos de trabalhos

Existem vários tipos distintos, cada um serve a um propósito. Vejamos alguns deles.

Artigos

O artigo é um trabalho curto que pode ter entre 1 e 5 laudas, ou um pouco mais dependendo da instituição. No artigo explica-se de maneira bem resumida resultados de uma pesquisa que deve ser feita de acordo com o método científico.

Monografia

A monografia já é mais conhecida. É um trabalho feito individualmente e utilizado para concluir um cursos de graduação ou pór-graduação. Ela é constituída por uma tese que deve ser provada através de pesquisa bibliográfica realizada pelo aluno.

Relatório

Relatório é outro velho conhecido dos alunos de curso superior. Ele é utilizado para informar resultados de uma atividade, pesquisa ou experimento. Sua principal característica é a objetividade já que esse tipo de trabalho não deve incluir qualquer opinião do autor.

Dissertação

A dissertação é um texto narrativo onde o autor deve apresentar argumentos para defender uma tese e também uma conclusão. Esse tipo de texto também é curto e costuma ter ao redor de 5 ou 6 parágrafos.

Como fazer um texto acadêmico?

texto-academico

Agora que alguns tipos de texto são conhecidos chegou a parte importante. Como escreve-los?

Todos os textos acadêmicos possuem uma estrutura determinada pela ABNT, associação brasileira de normas técnicas, que devem ser seguidas pelos alunos.

Para garantir uma mínima qualidade (e nota) nesse tipo de trabalho é importante incluir algumas partes.

Pré-texto

Os elementos pré-textuais são todos aquelas formalidades que identificam um trabalho. Entre eles estão folha de rosto, capa, dedicatória, resumo e sumário. Apesar desses elementos não adicionarem qualquer conteúdo ao trabalho eles são exigência para muitas instituições e sua falta ocasiona menor nota.

Conteúdo

Talvez essa seja a parte mais divertida e também complicada de escrever. Em geral o conteúdo de um trabalho é dividido em mais três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão.

É importante que o escritor do trabalho consiga desenvolver bem seus argumentos de maneira clara e coesa. Observar a gramática ajuda bastante no resultado final do trabalho.

Pós-texto

Pronto, a pesquisa está terminada, o que fazer agora? O aluno ainda não está com seu trabalho pronto só terminando o conteúdo, ainda existem os pós-textuais para atrapalhar a vida.

Nesse item constam referências, bibliografia, agradecimentos, apêndices e outros. Nele é possível adicionar tudo o que não foi dentro do corpo do trabalho, tabelas de referência, citações completas de leis, outros livros e também dar crédito a todos os autores que providenciaram informações para a pesquisa.

É importante lembrar que trabalhos que não dão crédito aos autores de onde tiraram sua pesquisa podem ser acusados de plágio, que dá anulação da nota e até processo legal.

Dicas para um bom trabalho

Primeiramente é bom ter em mente que existem regras fixas a seguir. Os alunos nunca devem sair dos limites impostos pelas normas da ABNT ou pelos professores e instrutores.

Também é importante caprichar na escrita, corrigir tudo ao fim do trabalho ajuda a melhorar a nota e também garantir um trabalho coeso. Nem sempre o corretor ortográfico pega todos os erros cometidos pelo escritor, especialmente quando eles tem a ver com coesão e não com gramática. Então uma releitura antes de entregar é outra precaução boa a ser tomada.

Boa sorte!

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo