Você está aqui:Home » Concursos & Empregos » Concursos » Direito Previdenciário para o concurso do INSS

Direito Previdenciário para o concurso do INSS

Olá pessoal,

A previdência social é assumida pelo Estado como um direito social do trabalhador e o Direito Previdenciário trata da relação do Estado com o trabalhador no que diz respeito à proteção contra os infortúnios sociais, sendo uma disciplina bastante presente em avaliações de concursos públicos, principalmente, os certames da esfera federal.

Concursos de cargos importantes, como procurador federal, advogado da união, defensor público, cargos de magistratura federal e do trabalho, técnico e analista do INSS exigem do candidato amplo conhecimento da disciplina previdenciária.

Segundo Adriana Menezes, professora de Direito Previdenciário do IOB Concursos, as provas do concurso do INSS demandam, com bastante ênfase, o Direito Previdenciário, sendo que das 120 questões da prova objetiva, 70 são relacionadas a temas da matéria.

Para os candidatos que estão se preparando para o concurso e desejam intensificar os estudos em temas específicos, a especialista afirma que a banca examinadora pode exigir quase toda a matéria. No entanto, aposta que a parte de benefícios previdenciários, especialmente, benefícios por incapacidade e pensão por morte serão os temas mais recorrentes nas questões. “O candidato deve ficar atento, também, a todas as alterações legislativas de 2015 que, com muita probabilidade, serão cobradas”, alerta Adriana.

Conhecer a matéria será um diferencial importante na classificação dessa seleção. Muitos alunos só se dedicam às matérias básicas e podem ser surpreendidos com a exigência da matéria previdenciária. Para uma preparação direcionada e aprofundada, seria interessante o candidato investir em materiais de estudo específicos para tal disciplina.

O livro Direito Previdenciário – Questões Comentadas – Cespe”, de autoria da professora Adriana Menezes contém mais de 200 questões comentadas da matéria, alternativa por alternativa, aplicadas nos mais diversos concursos, separadas por assunto para que o candidato possa visualizar melhor cada tema dos editais. “O livro foi pensado no candidato que quer “sair na frente”. Ele conhecerá, através das diversas questões como o examinador do Cespe se comporta quando elabora as questões de Direito Previdenciário. O candidato tem a noção de como é pedido o assunto específico e começa a raciocinar nos moldes que a banca deseja”, conta Adriana.

previdencia-social

Além das questões, o leitor tem as chamadas Dicas de Estudo. São resumos dos assuntos mais cobrados em prova nos últimos concursos, com quadros explicativos e menção à julgados. Além disso, conta com as súmulas dos Tribunais Superiores sobre a matéria previdenciária. E isso é de extrema importância para quem quer prestar concursos cuja banca examinadora é o Cespe.

O Cespe será a banca organizadora do processo seletivo do concurso do INSS e, por conta do seu método de avaliação conhecido como “uma questão errada anula uma certa”, muitos candidatos ficam inseguros e ansiosos. A banca trabalha com questões de nível simples, média e elevada dificuldade. Traz questões que podem ser resolvidas com o texto legal, mas a característica mais importante das questões que o Cespe elabora é a proposição de situações hipotéticas para que o candidato, diante delas, possa avaliar as assertivas, conforme afirma a professora Adriana.

Além de materiais de qualidade, prepare-se também com o curso preparatório de Direito Previdenciário do INSS – Resolução de Questões Cespe que oferece 200 questões da banca Cespe, resolvidas pelo professor Omar Chamon, de provas dos cargos de Técnico e Analista do INSS. Clique aqui e experimente, gratuitamente.

E lembre-se: as inscrições para o concurso público do INSS devem ser feitas até 22 de fevereiro de 2016 pelo portal do Cespe/UnB, com pagamento das taxas de R$65,00 (técnico) e R$80,00 (analista). Das 950 vagas disponibilizadas pelo edital, 800 são reservadas para a carreira de técnico do seguro social que exige nível médio, e 150 para analista do seguro social, com exigência de formação superior em serviço social. As remunerações correspondem a R$4.886,87 e R$7.496,09, respectivamente, e a jornada de trabalho será de 40 horas semanais.

Adriana Menezes é professora de Direito Tributário e Previdenciário na Universidade Presidente Antonio Carlos – UNIPAC e Direito Previdenciário em cursos preparatórios de concursos públicos. Graduada em Ciências Econômicas e em Direito, com Pós-graduação em Engenharia Econômica e em Direito Público. Atua como Procuradora Federal, da Advocacia Geral da União, desde fevereiro/2000. Chefe da Seção de Benefícios da Procuradoria Seccional Federal de Juiz de Fora. Também é professora de Finanças Públicas no Curso de Pós-graduação em Finanças da Faculdade de Administração da Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF. Foi aprovada e nomeada em concursos públicos como Fiscal de Tributos Estaduais de Minas Gerais e Advogado da União.

Veja outros artigos relacionados:

Até logo!

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo