Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » Como fazer uma carta de apresentação em pouco tempo 

Como fazer uma carta de apresentação em pouco tempo 

Olá, leitores!

Já participaram de algum processo seletivo de bolsas de estudos? Muitas instituições de ensino nacionais ou internacionais pedem, entre outros requisitos, que o candidato tenha que elaborar uma carta de apresentação. Mas, como fazer? Trazemos aqui dicas para fazer uma carta de apresentação em pouco tempo.

Nesse texto, é pedido que o estudante cite suas experiências acadêmicas, habilidades profissionais e informações sobre sua vida pessoal.  E não é fácil resumir sua personalidade, interesses e objetivos em apenas algumas palavras.

Se você vai se candidatar a uma vaga que exija a elaboração de uma carta de apresentação e tem pouco tempo para escrevê-la, disponibilizamos uma ajudinha aqui. Veja abaixo um pequeno guia fácil para escrever uma carta de recomendação de forma rápida e precisa.

Como fazer uma carta de apresentação em pouco tempo

1 – Metas
Um dos tópicos exigidos pelas instituições é que o aluno escreva sobre seus objetivos específicos para aquela vaga. Para isso, o candidato deve, primeiro, escrever em uma folha de rascunho todas as ideias e metas que tiver para o futuro. Em seguida, revise cada uma delas e faça um pequeno resumo, selecionando as mais interessantes e atrativas. Esse exercício faz com que você consiga conhecer melhor seus objetivos e também ajuda a defini-los com mais precisão.

2 – Tema

Algumas cartas de recomendação costumam pedir que o candidato escreva uma redação com tema livre, que também será avaliada durante o processo seletivo. Se a vaga for para uma instituição de ensino internacional, é bastante provável que o texto tenha de ser escrito no idioma nativo do país a qual ela pertence. Para escolher um bom tema, que seja incisivo e dê espaço para você falar sobre suas qualidades e características, a dica é não pensar muito. Escreva as três ou quatros primeiras ideias que vierem à sua cabeça e tente desenvolver um texto em até 15 minutos. Depois, leia a redação com calma e adicione alguma ideia que ficou faltando.

3 – Prazos

Para escrever uma carta de recomendação rapidamente, o ideal é estabelecer prazos para realizar cada um de seus tópicos. O candidato que receber o prazo de um dia, por exemplo, deve reservar de 5 a 10 minutos para o brainstorming de ideias, de 15 a 20 minutos para criação de um esboço e dedicar o restante das horas para escrever a versão final, deixando os últimos 60 minutos para a revisão do conteúdo.

4 – Revisão

Não entregue sua carta sem antes submetê-la a uma boa revisão. Peça a um professor, colega de trabalho ou até mesmo aos seus pais que leiam o material. É importante deixar um bom tempo para a fase de revisão, de modo que você possa consultar diferentes opiniões e tenha tempo para fazer os ajustes necessários.

5 – Organização

Quando trabalhamos em uma tarefa difícil sob pressão ou com prazos curtos de entrega, é preciso tomar cuidado para que a pressa não atrapalhe o resultado final do trabalho. Nessas horas, é preciso manter a calma e seguir à risca um planejamento, que deve ser elaborado previamente. Além disso, tenha em mente que a busca intensa pela perfeição pode acabar atrapalhando o projeto. Ao invés de tentar criar algo totalmente inédito, foque em produzir um material criativo e consistente, que reflita a sua personalidade e seus objetivos.

Não deixe que a carta de apresentação torne-se um problema para conseguir sua tão sonhada bolsa de estudos.

Até a próxima!

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo