Você está aqui:Home » + Popular » 9 dicas para criar uma rotina de estudo

9 dicas para criar uma rotina de estudo

Olá estudantes!

A rotina de estudo pode estar presente desde criança em nossas vidas ou até mais tarde quando já somos bem grandinhos. Para fazer um concurso, prestar vestibular, tentar uma seleção de mestrado ou doutorado, em comum podemos afirmar que a preparação e dedicação, em suma, são necessárias para a conquista de uma vaga dentre as opções a cima citadas. E para conseguir a aprovação, entra em jogo algo que para muitas pessoas é chato e difícil de conseguir se adaptar: uma rotina de estudo.

Todas as pessoas têm a mesma quantidade de tempo na semana, exatas 168 horas. Algumas, porém, conseguem usar melhor seus dias, sendo mais produtivas no trabalho, escola e ainda aproveitando com mais tranquilidade as horas de lazer. Para que você consiga alcançar seus objetivos, separamos nove dicas práticas para organizar sua rotina de estudo.

Aula dada é aula estudada Se você faz cursinho de manhã, a dica é estudar sempre a aula que teve no dia. “Após as aulas, é necessário que o estudante estude as matérias que teve. Não deixe nenhuma matéria para depois”, diz o coordenador do Anglo.

Estude até o começo da noite Para quem vai no cursinho pela manhã, o melhor é começar a estudar às 15h e manter os estudos até às 19h. Depois disso, tire uma hora, de preferência antes da janta, para ler jornais e revistas.

Estude de segunda a sábado O estudante que consegue manter uma rotina de estudos de segunda a sexta, deve aproveitar o sábado para revisar o conteúdo visto durante a semana. O domingo deve ser de descanso. Já para aqueles que trabalham e fazem cursinho a noite, ou vão à escola pela manhã e ao cursinho à tarde, deve aproveitar o final de semana para estudar a matéria que teve durante a semana no curso pré-vestibular.

Não deixe de fazer redações Tente escrever uma redação por semana. “Se o estudante não está na escola ou cursinho, peça para um amigo ou familiar ler o texto, para apontar possíveis erros e acertos”, comenta Alberto do Nascimento.

Resolva provas de vestibulares antigos A partir do segundo semestre, o estudante pode, uma vez por semana, resolver, destinar até duas horas por dia para fazer questões de vestibulares passados.

Revise o conteúdo perto dos vestibulares De acordo com o coordenador Alberto, a revisão para o vestibular deve ser feita de 3 a 4 semanas antes das primeiras fases das provas. A revisão para a segunda etapa deve ser feita assim que o candidato souber do resultado da primeira etapa do processo seletivo que está participando.

Simulados o dia da prova O ideal é que o vestibulando faça um simulado por mês. “Além de medir o seu conhecimento e saber as principais dúvidas, com o simulado o estudante também treina a situação de prova”, explica Alberto. Mesmo para quem estuda em casa, dá para simular. Baixe provas antigas e tente representar um dia de prova em casa.

O ato de estudar é solitário O estudante precisa de um lugar calmo para estudar, sem interferências externas. Muitas vezes ficar em casa pode atrapalhar, por isso é recomendável que o estudante fique na escola, no cursinho ou em alguma biblioteca pública, para garantir a concentração.

Mantenha uma atividade física regular É importante que o vestibulando separe uma hora do seu dia, de duas a três vezes por semana, para exercícios físicos. “Aconselho que o estudante mantenha a cabeça voltada 100% para os estudos. Deixe de fazer algumas atividades extras, como ballet ou música. Só mantenha, regularmente, uma atividade física”, comenta o coordenador.

Pode acontecer de um dia ou outro a rotina ir água abaixo, mas se respeite e se limite. Depois de um tempo você vai ver que é quase impossível viver sem uma rotina de estudos porque ela já faz parte da sua vida.

comentários (1)

  • Elisa

    Mantenho um site voltado ao esdudo, para criancas e pais, e achei muito boa as 9 dicas de estudo, e apesar ser serem para um publico maior, creio que tem como adaptar para criancas. obrigado por compartilhar.

    Responder

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo