Você está aqui:Home » Dicas » Estudantes » 66 países para estudantes conhecerem sem precisar de visto

66 países para estudantes conhecerem sem precisar de visto

Olá, estudantes!

Você quer conhecer outros países, mas acha que vai ser difícil conseguir um visto de entrada para lugares como os Estados Unidos, por exemplo? Dependendo do caso, nem é tão complicado assim, mas é sempre bom saber que existem 66 países para todo estudante conhecer sem precisar visto.

São lugares que permitem a entrada de brasileiros sem a necessidade dessa autorização, o que é uma boa notícia para quem gosta de viajar e costuma encarar a velha e péssima burocracia no momento de solicitar o visto.

Países que não exigem visto

Confira abaixo a lista completa dos países que não pedem visto de brasileiros, segundo o Itamaraty:

  • África do Sul
  • Alemanha
  • Andorra
  • Antilhas Francesas
  • Argentina
  • Áustria
  • Bahamas
  • Barbados
  • Bélgica
  • Bolívia
  • Bósnia Guiana
  • Bulgária
  • Chile
  • Colômbia
  • Coréia do Sul
  • Costa Rica
  • Croácia
  • Dinamarca
  • Equador
  • Eslováquia
  • Eslovênia
  • Espanha
  • Filipinas
  • Finlândia
  • França
  • Geórgia
  • Grécia
  • Guatemala
  • Honduras
  • Holanda
  • Hong Kong
  • Hungria
  • Irlanda
  • Islândia
  • Israel
  • Itália
  • Liechtenstein
  • Luxemburgo
  • Malásia
  • Marrocos
  • México
  • Mônaco
  • Namíbia
  • Noruega
  • Nova Zelândia
  • Panamá
  • Paraguai
  • Peru
  • Polônia
  • Portugal
  • Reino Unido
  • República Tcheca
  • Romênia
  • Rússia
  • San Marino
  • Sérvia
  • Suécia
  • Suíça
  • Suriname
  • Tailândia
  • Trinidad e Tobago
  • Tunísia
  • Turquia
  • Ucrânia
  • Uruguai
  • Vaticano
  • Venezuela

No entanto, é importante lembrar que mesmo sem a exigência de visto, o passaporte é obrigatório, exceto nos países do Mercosul, onde brasileiros podem entrar apenas com documento de identidade.

A não exigência de visto também não significa burocracia zero. Alguns países podem exigir a apresentação de certas garantias, como confirmação de hospedagem, passagem de volta e comprovante de que possui dinheiro suficiente para se sustentar no país durante a permanência.

Outro ponto importante é que a não exigência de visto é válida para viajantes com previsão de estada temporária (geralmente, o prazo para permanência sem visto é de três meses, mas isso varia de país a país). Entradas para estudo, trabalho ou residência definitiva exigem sim vistos específicos. Atenção, estudantes!

Fica a dica!

Até mais.

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo