Você está aqui:Home » Dicas » Professores » 5 melhores práticas para educadores no Facebook

5 melhores práticas para educadores no Facebook

Olá leitores do Canal do Ensino!

Manter estudantes engajados durante as aulas é um desafio para muitos professores, especialmente com o desenvolvimento de novas tecnologias. Usar o Facebook nesses casos é uma ótima opção. Confira 5 práticas que podem ajudar no processo.

Não é raro encontrar professores comentando sobre a dificuldade de atrair a atenção dos alunos em um mundo onde o celular é mais importante do que uma equação de segundo grau. Para resolver esse tipo de problema, o Facebook tem se tornado uma grande tendência. Cada vez mais professores procuram incorporar a rede social nas aulas para envolver os alunos com a matéria estudada. Mas será que existe uma maneira apropriada de fazer isso?

O ideal é que os educadores não utilizem a rede social como base para montar o seu plano de aulas, mas sim como uma alternativa para manter os alunos engajados. Entretanto, é fundamental que os professores se mantenham atentos ao uso para não permitir que os alunos se percam na interatividade proporcionada pelo site. Para utilizar o Facebook de maneira proveitosa durante as suas aulas confira as 5 melhores práticas:

1. Tenha um foco

Ao invés de dizer aos estudantes que vocês utilizarão a plataforma durante as aulas, diga a eles exatamente de que maneira ela será utilizada. Uma vez que os professores decidem como o Facebook será usado, é necessário que eles pensem em novas estratégias para fazer com que os alunos levem o uso da rede a sério. Uma boa dica é fazer com que a utilização desse recurso seja imperativa e interfira na nota.

2. Tenha cuidado com as interações

Da mesma maneira que você não estabelece relações íntimas com os seus alunos na vida real, esse tipo de situação também não é apropriada no ambiente virtual. Embora seja muito importante desenvolver uma boa relação com os seus estudantes, você pode fazer isso de maneiras mais transparentes e abertas, como grupos ou fanpages.

3. Crie grupos

Além de utilizar os grupos durante as aulas para engajar os seus estudantes na discussão, você pode aproveitar esse recurso para manter os alunos em contato constante com a matéria discutida. Por meio dos grupos você pode, por exemplo, dar continuidade às discussões iniciadas em sala, indicar livros e artigos de referência, dar aos estudantes tímidos a oportunidade de se manifestar, oferecer ajuda pessoal a cada um dos seus alunos e ainda dar-lhes a chance de entrarem em contato com os seus colegas de sala.

4. Crie uma Fanpage

A criação de uma fanpage para as suas aulas pode ajudar não só os seus alunos como demais estudantes que se interessem pelo seu conteúdo. Oriente os seus estudantes a curtirem a página e realizarem suas contribuições por meio delas, comentado, curtindo e compartilhando as publicações relacionadas ao tema discutido em aula.

5. Pense em novas alternativas

Você não precisa limitar suas opções ao Facebook, com o uso de uma fanpage ou grupos de discussões. Se você acredita que a plataforma da rede social ainda limita a interação, parta para novas alternativas, como blogs, uma conta gerenciável no Pinterest ou mesmo no Twitter. Se o seu objetivo principal for engajar os estudantes por meio da tecnologia, grande parte das plataformas ajudará você a atingir o propósito.

Até logo!

Fonte: Universia Brasil

comentários (3)

Deixe um comentário

© 2012-2016 Canal do Ensino | Guia de Educação

Voltar para o topo